search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

TCU pode barrar compra de quase 1 bilhão em aventais
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


TCU pode barrar compra de quase 1 bilhão em aventais

O Tribunal de Contas da União (TCU) está prestes a suspender uma compra do Ministério da Saúde que o ministro Benjamin Zymler considerou muito estranha. São 80 milhões de aventais a um custo total que chegou perto de R$ 1 bilhão.

O contrato com uma pequena empresa do tipo “Eireli”, Inca Tecnologia e Serviços, de apenas um sócio, tem o valor R$ 912 milhões. Além disso, a compra foi realizada sem licitação. A suspeita é de que a compra pode ser “superdimensionada e antieconômica”.

Tudo muito solto
Zymler quer saber por que, em compra tão expressiva, o Ministério da Saúde não especificou dimensões e nem o destino dos aventais.

Avaliação insuficiente
O TCU acha que não houve avaliação dos riscos de comprar de empresa tão pequena produtos que exigem quantidade, qualidade e prazo.

Prejuízo é nosso
O único dono de uma empresa do tipo “Eireli”, por lei, não poderá ter o seu patrimônio pessoal afetado pelas dívidas do seu negócio.

Prazo para explicar
O ministro Benjamin Zymler deu prazo de cinco dias para explicar a compra dos 80 milhões de aventais com dispensa de licitação.

STF livra Bolsonaro da “acusação” de estar doente

Certo de que Ricardo Lewandowski ordenaria a liberação dos exames para o jornal O Estado de S. Paulo, o presidente Jair Bolsonaro mandou entregá-los ao ministro do STF. Os críticos de Lewandowski sempre o vinculam a opositores de Bolsonaro, como Lula e o próprio PT, mas foi ele quem livrou o Presidente da “acusação” de estar doente, ao determinar “ampla divulgação” dos exames, todos negativos. Ao menos é um presidente que não foi “julgado” no STF por roubar dinheiro público.

Foi avisado
A judicialização dos exames do Presidente beirou o ridículo. Bolsonaro chegou até a advertir, com bom humor: “Vão cair do cavalo”. Caíram.

Podia dormir sem essa
O desafeto Felipe Santa Cruz levou a OAB que preside a passar vergonha e ser humilhada com os três testes negativos de Bolsonaro.

Ideia fixa
Bolsonaro errou tanto quanto seus críticos. O Presidente tem o dever de expor qualquer exame de saúde, isso é do interesse público.

Números do fracasso
Em duas semanas, dobrou no estado de São Paulo o número de mortes por coronavírus. Passando de 2.049, em 28 de abril, para 4.118 ontem. E o pior é João Doria não poder culpar adversários.

Falta cair a ficha
Bolsonaro já deveria ter percebido que a máxima de Napoleão I (“Jamais interrompa seu adversário quando ele estiver cometendo um erro”), que ele curte, talvez explique o mutismo da oposição no Congresso.

Mais um hospital no Distrito Federal
A juíza que pretende assumir o controle do combate ao coronavírus no Distrito Federal cobrou o hospital de campanha para 400 pacientes prometido pela Fecomércio-DF. A entidade explicou que o estudo técnico do projeto está na fase final e será realizado pelo Sesc-DF e o Sesc Nacional.

Codinomes na Covid-19
Nomes fictícios nos exames de Bolsonaro são precaução para reduzir o risco de vazamentos. Presidentes e familiares recebem apelidos curiosos da segurança. Presidente é “Águia”, primeira-dama “Cisne” etc.

Nova fantasia desfeita
O depoimento do ex-superintendente da Polícia Federal no Rio, ontem, frustrou a expectativa de que Bolsonaro fosse desmentido na afirmação, reiterada várias vezes de que seus filhos não foram e nem são investigados. O delegado Saadi confirmou isso, o que faz a “interferência” perder sentido.

Crise é de gestão
O deputado JHC (PSB) se mostra preocupado com as trapalhadas do governo de Alagoas no combate ao Covid-19. Segundo o parlamentar, só 0,8% do total empenhado foi destinado à compra de “respiradores”.

Lei autoritária
A Câmara não votou, ontem, o projeto que obriga o uso de máscara em locais públicos, sob pena de prisão de até 15 anos. Vai valer para todo o País, mesmo para quem não tem dinheiro para comprar o equipamento.

Aproveitadores à solta
Presidente do Não Aceito Corrupção, o procurador Roberto Livianu cobra ação contra a corrupção durante a pandemia. “Quadro é grave e demanda trabalho vigoroso de todo o sistema anticorrupção”, disse.

Pensando bem...
...pelo visto vai ter muitos veículos de mídia pagando honorários de sucumbência nos próximos anos.

Poder sem pudor

O desabafo de Getúlio

A poucos dias de “deixar a vida para entrar na História”, Getúlio Vargas desabafou com o seu ministro da Viação, José Américo de Almeida: “Impossível governar este País. Os homens de verdadeiro espírito público vão escasseando cada vez mais...”

O “Velho”, como Américo é conhecido na Paraíba, seu estado, foi direto ao ponto: “E o que o senhor acha dos homens de seu governo?”. Getúlio respondeu: “A metade não é capaz de nada, e a outra metade é capaz de tudo...”

Colaboram: André Brito e Tiago Vasconcelos

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

“Provas” no inquérito de Moraes são nulas, alega MP

São imprestáveis as eventuais provas recolhidas pela Polícia Federal na operação de ontem contra críticas, fake news e ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). A advertência é de …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Complica situação de Skaf na Fiesp, após virar réu

O clima pode esquentar na reunião de diretoria, hoje, da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Será a primeira depois que seu presidente, Paulo Skaf, virou réu na Justiça. Ele é …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Pesquisa: governo federal combate mais a Covid-19

A responsabilidade pelo combate ao coronavírus é dos governos estaduais e municipais, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), mas para a maior parte dos brasileiros (31,2%) o governo federal é …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Temer se recusou a assinar MP que o STF alterou

Burocratas ligados à área econômica do governo federal tentam já há algum tempo emplacar uma medida provisória que vire lei protegendo-os de punição por erros que tenha cometido no exercício de suas …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Vídeo revela relação desgastada com Sergio Moro

Na reunião presidencial de 22 de abril, que o ministro Celso de Mello (STF) jogou no ventilador sem qualquer utilidade para o inquérito que motivou sua apreensão, o presidente Jair Bolsonaro já …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Celso de Mello libera vídeo e toca fogo no circo

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), não explicou a utilidade da sua decisão de liberar quase a íntegra do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril. Experiente, o decano …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Centrão: não haverá “toma lá, dá cá” com o governo

O deputado Arthur Lira (AL), líder do PP e do “Centrão”, confirma as conversações com o governo Bolsonaro, mas deixou claro que é “tudo feito às claras”, sem subterfúgios, sem “é dando que se recebe” …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Frias fatura e Regina ganha Cinemateca quebrada

A atriz Regina Duarte descobriu amargamente que política e Brasília não são para principiantes. Após meses driblando armadilhas, cascas de banana e traições, ela desistiu quando viu o presidente Jair …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Votações do MPF são vulneráveis a fraude, diz CGU

Auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) levou a constatações devastadoras sobre o sistema eletrônico de votação do Ministério Público Federal (MPF), inclusive para escolha de lista tríplice …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Opositores de Bolsonaro já adotam a cloroquina

Enquanto se repete a ladainha de que a ciência ainda não aprovou o uso da cloroquina contra a Covid-19, políticos que acusavam o presidente Jair Bolsonaro de “irresponsabilidade” pela discussão …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados