search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Tartaruga mostrando "dedo do meio" vence concurso mundial de foto

Notícias

Publicidade | Anuncie

Bombou na rede

Tartaruga mostrando "dedo do meio" vence concurso mundial de foto


Tartaruga mostrando "dedo do meio" vence prêmio e foi feita na Austrália (Foto: Mark Fitzpatrick / Comedy Wildlife Photo Awards 2020)
Tartaruga mostrando "dedo do meio" vence prêmio e foi feita na Austrália (Foto: Mark Fitzpatrick / Comedy Wildlife Photo Awards 2020)
A imagem de uma tartaruga que parece ter sido flagrada mostrando “dedo do meio” para o fotógrafo ganhou fama no mundo todo e conquistou o prêmio de foto mais engraçada de 2020 no Comedy Wildlife Photography Award.

O anúncio da premiação foi feito nesta terça-feira (27). O prêmio foi criado em 2015 e tem como objetivo chamar atenção para a necessidade de preservar o meio ambiente e os animais selvagens a partir do riso provocado por fotos engraçadas de animais com poses estranhas ou em situações “constrangedoras”.

A foto da tartaruga foi captada por Mark Fitzpatrick, na Austrália, e ele contou que o animal até ganhou nome.
“Espero que Terry, a tartaruga (como o animal foi apelidado), possa encorajar mais pessoas a parar por um momento e pensar sobre o quanto nossa vida selvagem depende de nós e o que podemos fazer para ajudá-los”, disse Fitzpatrick em comunicado enviado pela competição.

Além da vitória na categoria principal do prêmio, a foto ganhou também a categoria “criaturas debaixo d’água’.
O fotógrafo campeão da categoria principal ganhou um safari e uma semana no Quênia, além de um troféu feito a mão em uma galeria de arte em Dar es Salaam, capital da Tanzânia.

O Comedy Wildlife Photography Award também concedeu prêmio ao registro de Roland Kranitz, que mostra um roedor que parece estar cantando ópera (veja imagem abaixo) na categoria votação popular. A foto de uma libélula se escondendo, de Tim Hearn, ganhou na categoria “criaturas voadoras”.

Para o prêmio deste ano foram mais de 7 mil inscrições e 44 fotos chegaram à final. A edição de 2021 do prêmio começará a receber inscrições a partir de março do ano que vem.

Roedor que parece cantar ópera venceu na categoria votação popular (Foto: Roland Kranitz / Comedy Wildlife Photography Award)
Roedor que parece cantar ópera venceu na categoria votação popular (Foto: Roland Kranitz / Comedy Wildlife Photography Award)

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados