search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Suspeito de matar pedreiro em assalto a distribuidora é preso

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Suspeito de matar pedreiro em assalto a distribuidora é preso


Josias usava camisa branca e bermuda azul (Foto: Reprodução de vídeo)
Josias usava camisa branca e bermuda azul (Foto: Reprodução de vídeo)

O criminoso que participou de um assalto a uma distribuidora de bebidas, no dia 24 de outubro de 2020, em Jardim Bela Vista, na Serra, e que matou um cliente do estabelecimento com um tiro no rosto, foi preso pela polícia após denúncias. A arma usada no crime, também foi encontrada e a suspeita é de que o criminoso teria atirado outras duas vezes contra o pedreiro, mas a bala acabou mascando.

Petrios Bazoni, de 28 anos, foi preso no último dia, dentro de um casa 24, no bairro Planalto Serrano, na Serra, após denúncias.

“Os militares prosseguiram até a residência e ao chegar já foram recebidos a tiros. Os indivíduos então fugiram, naquele momento, mas os policiais efetuaram um cerco na região e pediram apoio”, disse o tenente-coronel Leonardo Celante, comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar.

Segundo o tenente-coronel, com a chegada do reforço as equipes conseguiram localizar dois dos três indivíduos. “Um desses detidos é o indivíduo envolvido nesse latrocínio e contra ele havia um mandado de prisão em aberto. Na casa, a Polícia Militar conseguiu arrecadar 520 pedras de crack, dois rádios comunicadores, duas balanças de precisão e um caderno com anotações do tráfico, que comprovam o envolvimento desses dois indivíduos com o tráfico de drogas da região”, relatou o comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar.

De acordo com o chefe da Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio, delegado Gabriel Duarte Monteiro, além de Petrios, um outro bandido, identificado pela polícia como Patrick Ribeiro Campos, 24 anos, também foi identificado, mas ainda se encontra foragido.

“O suspeito de 28 anos foi o indivíduo que, covardemente, atirou no rosto da vítima, em um momento que ele não esboçava nenhuma reação. Já o suspeito de 24 anos é um indivíduo muito perigoso, tem passagem por tráfico de drogas e um mandado de prisão em aberto por homicídio cometido, pretérito ao latrocínio, no município de Linhares”, explicou o delegado.

Os suspeitos de 24 e 28 anos foram indiciados por latrocínio, que é o roubo seguido de morte, cuja pena prevista é de 15 a 30 anos. Um terceiro criminoso, que não teve a identidade revelada, também foi preso. Ele estava com a arma usada no crime e vai responder por receptação.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados