search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Sujeira acumula nas ruas com greve de motoristas de caminhão de lixo

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Sujeira acumula nas ruas com greve de motoristas de caminhão de lixo


Motoristas de caminhão fazem greve e coleta de lixo está suspensa em 425 bairros (Foto: Leone Iglesias/AT)
Motoristas de caminhão fazem greve e coleta de lixo está suspensa em 425 bairros (Foto: Leone Iglesias/AT)
Motoristas das empresas terceirizadas que realizam a coleta de lixo em 425 bairros da Grande Vitória, estão novamente em greve e os reflexos já são vistos nas ruas da região metropolitana.

Apesar das prefeituras informarem que estão fazendo a coleta com equipamentos dos próprios municípios, nesta terça-feira (24), muitas ruas, em diversos pontos da Grande Vitória já tinha lixo acumulado. 

Em Vitória, a prefeitura informou que os veículos do município estão sendo alvos de ataques, tendo seus pneus esvaziados, o que tem atrasado a saída e o cumprimento do horário da coleta em alguns bairros.

Cerca de 500 funcionários estão de braços cruzados em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica. O serviço também foi afetado, de forma parcial, em outros 14 municípios: Fundão, Colatina, Aracruz, Afonso Cláudio, Baixo Guandu, Brejetuba, Ibiraçu, Itaguaçu, Itarana, João Neiva, Laranja da Terra, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá e São Roque do Canaã.

Cerca de 500 funcionários estão de braços cruzados em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica (Foto: Leone Iglesias)
Cerca de 500 funcionários estão de braços cruzados em Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica (Foto: Leone Iglesias)
Essa é a segunda vez no mês que os profissionais paralisaram as atividades em protesto ao reajuste salarial proposto pelas empresas que controlam a coleta de lixo.

Os motoristas querem reajuste de 4,77% sobre o salário, além da manutenção da data-base de reajuste para o mês de maio. Já os empresários ofereceram reajuste de 2,46%, de forma retroativa. Eles aceitam chegar ao percentual de 4,77%, mas sem retroatividade e com alteração da data-base para novembro. O processo de dissídio coletivo agora segue na Justiça do Trabalho.

A primeira paralisação teve início no último dia 12 e foi suspensa no dia seguinte para aguardar uma mediação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES). A reunião, no entanto, terminou sem acordo entre trabalhadores e patrões.

“Os profissionais recusaram essa proposta. A categoria já estava em estado de greve, mas como não teve acordo, a greve começou”, afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado (Sindirodoviários), Marcos Alexandre da Silva.

Sem apresentar uma nova proposta, o Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana do Espírito Santo (Selures) disse que agora a decisão final “está nas mãos da autoridade judicial em processo de dissídio coletivo”.

Por meio de nota, o Sindicato das Empresas de Limpeza Pública do Espírito Santo (Selures), disse que desde o mês de maio busca um acordo com o Sindirodoviários, acatando os pedidos da categoria para manutenção de todas as cláusulas e benefícios do instrumento coletivo, com recomposição integral inflação do período de data-base de maio, com retroatividade na sua aplicação.

“Fomos surpreendidos com uma nova paralisação da categoria em Cariacica, Serra, Vitória e Vila Velha, situação que descumpre a lei e a medida liminar que determina a manutenção de 70% das atividades”, disse o Selures, em nota.

O sindicato patronal disse ainda que neste momento, não é possível conceder  um aumento salarial para a categoria.

"Vale ressaltar que o salário dos motoristas de limpeza urbana já é o maior da categoria, não sendo viável, muito menos compatível com um momento de crise, se pleitear aumento real. As empresas que compõem o sistema garantiram, nesse período, todos os benefícios e salários, não medindo esforços para manter o quadro de funcionários e cumprindo todas as medidas para prevenção ao covid-19, como o afastamento dos colaboradores enquadrados no grupo de risco".

Apesar das prefeituras informarem que estão fazendo a coleta com equipamentos dos próprios municípios, nesta terça-feira (24), muitas ruas, em diversos pontos da Grande Vitória já tinha lixo acumulado  (Foto: Leone Iglesias)
Apesar das prefeituras informarem que estão fazendo a coleta com equipamentos dos próprios municípios, nesta terça-feira (24), muitas ruas, em diversos pontos da Grande Vitória já tinha lixo acumulado  (Foto: Leone Iglesias)
O sindicato patronal destacou que as empresas de limpeza não estão medindo esforços para restabelecer os serviços de limpeza, na maior brevidade possível, buscando corrigir os prejuízos causados à população.

O sindicato das empresas afirmou, ainda, que os grevistas não estão “mais em um ato de defesa dos interesses da categoria, mas em ato de desrespeito ao Poder Judiciário, com prejuízos indesejáveis para a coletividade”.

Após essa declaração, a reportagem tentou contato novamente com o Sindirodoviários, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição.

Prefeituras fazem coleta com equipamentos do município

Para tentar evitar que as o lixo continue se acumulando nas ruas das cidades, algumas prefeituras da Grande Vitória se mobilizaram para fazer a coleta com equipamentos da própria prefeitura a fim de garantir a qualidade e a manutenção dos serviços na cidade.

Vitória

A prefeitura de Vitória informou em nota que todos os bairros estão sendo atendidos com equipamentos do próprio município para garantir a manutenção dos serviços na cidade. No entanto, a prefeitura disse que os veículos do município estão sendo alvos de ataques, tendo seus pneus esvaziados, o que tem atrasado a saída e o cumprimento do horário da coleta em alguns bairros.

"Um boletim de ocorrência já foi registrado em uma delegacia de Polícia Civil e também já notificamos a empresa que presta serviços de recolhimento de lixo para o município cobrando providências urgentes e medidas administrativas e judiciais necessárias para garantir o retorno das atividades imediatamente", ressaltou a prefeitura.

Serra

A Prefeitura da Serra disse, também em nota, que está recolhendo o lixo com equipamentos nas ruas, rodando o município e realizando, dentro do possível, a coleta de lixo com equipamentos próprios.

Informou também que está em contato direto e cobrando da empresa responsável pela coleta a manutenção dos serviços, no percentual estabelecido pela lei, para a que a população não seja prejudicada.

"Principalmente neste momento de pandemia do novo coronavírus, é fundamental que empresa e trabalhadores sejam sensíveis à crise sanitária em que toda a população está imersa e entrem em consenso o mais rápido possível, para que os serviços sejam retomados.

O impasse deve ser resolvido com diálogo e bom senso, para que a coleta de lixo seja normalizada em toda a Grande Vitória. A paralisação traz prejuízos incalculáveis à coletividade e à saúde pública do Espírito Santo".

Cariacica

Já em Cariacica, a prefeitura disse O serviço de coleta de lixo é terceirizado em Cariacica e é feito diariamente ao longo dos 100 bairros do município. No momento, não há recolhimento devido ao movimento de greve dos motoristas de empresas de coleta em toda Grande Vitória.

“A prefeitura pede a compreensão dos moradores, para não colocar lixo na rua principalmente durante o período chuvoso, até que a situação se normalize, já que a solução não depende da gestão municipal”, ressaltou a prefeitura, em nota.

Vila Velha

Em Vila Velha, a prefeitura informou, por meio de nota, que a coleta de lixo domiciliar continua paralisada e com isso, o lixo vem acumulando em alguns pontos da cidade.

"A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos pede a colaboração da população que evite colocar o lixo nas ruas durante a greve dos motoristas dos caminhões coletores até que o serviço seja normalizado".

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados