search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Substância usada como fertilizante é investigada como causa da explosão

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Substância usada como fertilizante é investigada como causa da explosão


Nitrato de amônia: substância pode estar envolvida na explosão (Foto: Divulgação)
Nitrato de amônia: substância pode estar envolvida na explosão (Foto: Divulgação)
"Materiais altamente explosivos", apreendidos pelo governo anos atrás, foram armazenados onde as explosões ocorreram, disse o major-general Abbas Ibrahim, chefe do serviço geral de segurança do Líbano, segundo a Agência Nacional de Notícias.

O general Ibrahim não disse quais eram esses materiais, mas alertou ser contra ficar "à frente da investigação" e especular sobre um ato terrorista. O primeiro-ministro Hassan Diab disse em um comunicado televisionado: "Os fatos sobre este depósito perigoso, que existe desde 2014 ou nos últimos seis anos, serão anunciados".

Já o ministro do Interior, Mohamed Fehmi, afirmou que havia uma grande quantidade de nitrato de amônia, substância usada como fertilizante, armazenada no porto e que essa teria sido a causa da explosão.

Entenda o caso

Uma grande explosão atingiu na tarde desta terça (4) a cidade de Beirute, capital do Líbano, levantando bolas de fogo e colunas de fumaça gigantescas e afetando construções a quilômetros de distância.

O ministro da Saúde, Hamad Hassan, disse que o incidente deixou ao menos 50 mortos, além de mais de 2.750 feridos.

Paredes de prédios foram destruídas, janelas quebraram, carros foram virados de cabeça para baixo e destroços bloquearam várias ruas, forçando feridos a caminhar em meio à fumaça até hospitais.

Segundo testemunhas, o estampido da explosão foi ouvido até na cidade costeira de Larnaca, no Chipre, a cerca de 200 km da costa libanesa.

Ainda não se sabe ao certo o que motivou o incidente, que ocorreu na zona portuária da capital, e se outras explosões aconteceram em Beirute.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados