search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

“Sou a favor de demonstrar sentimentos”, diz Lucas Lucco

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Entretenimento

“Sou a favor de demonstrar sentimentos”, diz Lucas Lucco


“Qual é o nome da sua saudade?”, questiona Lucas Lucco em seu novo hit, que leva o nome de um dos sentimentos mais latentes durante o isolamento social. As dele estão na ponta da língua: “A principal é dos meus entes queridos que já se foram e, na quarentena, com certeza, é dos shows e do contato e do carinho próximo com os fãs”, garante ao AT2.

Aliás, o mineiro de 29 anos é defensor de manifestar as emoções. Assim como ele faz na nova canção, escrita com Carrapateira. “Eu sou um cara supersentimental, então sou a favor de demonstrar sentimentos”, ressalta.

Lucas Lucco: “Se sentimos saudades é porque algo é especial para nós". (Foto: Divulgação/Marcel Bianchi)
Lucas Lucco: “Se sentimos saudades é porque algo é especial para nós". (Foto: Divulgação/Marcel Bianchi)

“Saudade”, que ganhou videoclipe oficial na última segunda, chega para marcar um novo momento na carreira do artista, onde o sertanejo urbano é enaltecido.

“Acho que cada vez mais o sertanejo vem abrindo portas, fazendo diversas parcerias e se abrindo ao novo também. Isto é muito bacana”, afirma o artista, que se casou no civil com a modelo e influenciadora Lorena Carvalho, 27, no fim de agosto.

“Na quarentena, esta união só se reforça”

AT2 Define seu som atual como sertanejo urbano. Com esse som, quer mostrar que é possível o sertanejo e o mundo urbano caminharem juntos?

Lucas Lucco Sou apaixonado pelo sertanejo raiz, e é algo que tem muito a ver com o início da minha carreira, mas vejo, cada dia mais, a importância de misturarmos gêneros e abrirmos espaço para o novo, sabe?

E o sertanejo urbano tem muito deste mix, o que, particularmente, gosto bastante. Além de ter feito diversas parcerias, com funkeiros e rappers. É sempre uma experiência incrível e um grande aprendizado esta “troca”.

Como lida com a saudade, sentimento que, neste momento, acredito que também esteja aflorado em você?

Este momento de quarentena é de muita saudade, de reunir amigos, famílias, fãs... É algo que faz parte das fases do ser humano. Muita coisa positiva fica na nossa memória, e é sempre muito bom relembrar. Se sentimos saudades é porque algo é especial para nós, de alguma maneira.

Qual é o nome da sua saudade neste momento?

A principal saudade é dos meus entes queridos que já se foram e, na quarentena, dos shows e do contato e do carinho próximo com os fãs. Isto tem feito muita falta!

Um dos clipes de “Saudade” contou com a participação de fãs. Sente falta das loucuras que eles fazem por você?

Super! É uma maneira de manter este contato, sabe? Mesmo que de longe, é muito importante sentir este carinho. Fiquei muito feliz com o resultado e com todo apoio de sempre. Espero, em breve, poder estar junto deles.

O que os fãs representam para você e para a sua carreira?

Praticamente tudo, né? Sem eles, nada disto seria possível. São eles que estão sempre ao meu lado, apoiando minha carreira. Com certeza, eles têm um espaço especial na minha vida.

Durante a quarentena, tem pensado mais nos momentos de nostalgia ou tem destinado seu tempo para planejar o futuro?

Ah, sim. Sempre bom lembrar os momentos passados, né? E, claro, não parar de pensar no futuro e planejar coisas novas.

Muita gente acabou relaxando com as atividades físicas durante a quarentena. Com você, aconteceu o mesmo?

Tenho mantido meus treinos. Acho que, mais do que manter um corpo saudável, qualquer atividade física acaba ajudando muito a manter uma mente saudável e relaxada. Sou fã número um de atividades físicas, e pratico todos os dias.

Foi um dos primeiros a cancelar shows e dispensar equipe após o início da pandemia. O que espera para o cenário do entretenimento?

Tenho muita fé em Deus que logo tudo ficará bem. No princípio, precisamos de cautela e responsabilidade e ir nos readaptando com segurança e seguindo as normas.

A pandemia também afetou seus planos pessoais. Teve de adiar, mais uma vez, a festa do seu casamento. Ainda vai rolar?

Isto! Tivemos que adiar. Casamos no civil no mês passado, numa cerimônia bem intimista, respeitando as regras e normas de segurança e saúde da OMS. Pensamos, sim, em fazer festa, mas só após o fim da pandemia.

Vocês têm usado a quarentena para fortalecer a relação?

Com certeza! Somos muito unidos e, na quarentena, esta união só se reforça. Nossos planos de construir uma família e ter filhos continuam. Na hora certa, Deus irá preparar tudo com muito amor. Tenho fé nisso.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados