search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Só alunos de grupo de risco vão ter aula online

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Só alunos de grupo de risco vão ter aula online


Após o sinal verde do governo do Estado para o retorno das aulas com a obrigatoriedade da presença na escola, apenas alunos do grupo de risco – mais suscetíveis a pegar a Covid-19 – estão liberados a permanecerem com atividades exclusivamente remotas.

Na  Escola Municipal de Ensino Fundamental Jocarly Gomes Salles, em Cariacica, está tudo pronto para receber os alunos  no formato 100%  presencial, respeitando   os protocolos de biossegurança. (Foto: Antonio Moreira/AT)Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Jocarly Gomes Salles, em Cariacica, está tudo pronto para receber os alunos no formato 100% presencial, respeitando os protocolos de biossegurança. (Foto: Antonio Moreira/AT)

Até agora, a decisão é válida na rede pública de ensino estadual e municipal de algumas cidades, a exemplo da Serra e Cariacica. Para isso, será preciso apresentar laudos médicos nas escolas.

O secretário de Educação de Cariacica, José Roberto Martins Aguiar, disse que já está definido que às segundas-feiras, as aulas serão online para todos, a partir de 2 de agosto. “Para o revezamento, um grupo vai às terças e quartas, e o outro, às quintas e sextas”.
Na mesma data, os alunos da rede municipal da Serra terão retorno presencial obrigatório. A definição sobre como será a alternância das turmas, segundo o secretário municipal de Educação, Alessandro Bermudes, sairá até sexta-feira.
Em Vitória, a secretária de Educação, Juliana Rohsner, disse que o retorno presencial dos estudantes está em mais de 90%. Agora, é feito um estudo para saber o motivo pelo qual alguns alunos ainda não retornaram às salas de aula. A conclusão é prevista para sair até agosto.

O que já ficou decidido no município é o rodízio diário de aulas presenciais, a partir da próxima segunda, e não mais semanal.
Vila Velha e Guarapari também discutem sobre a obrigatoriedade do retorno presencial.
Na rede estadual, seguindo decisão do governador Renato Casagrande, a partir de segunda-feira, a presença dos alunos volta a ser obrigatória. “Nas demais redes, sejam públicas ou privadas, o governador recomendou que seguissem a mesma orientação da rede estadual”, disse o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo.
Da mesma forma, a partir de segunda, o rodízio dos alunos da rede estadual vai ser alterado: passando de semanal para diário.
“É importante também dizer que, nesta decisão, estão excepcionalizados os estudantes que têm comorbidade”, frisou o secretário, sobre os alunos do grupo de risco.
Na rede privada, o presidente do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado (Sinepe-ES), Moacir Lellis, diz que a recomendação é que só alunos com comorbidades, que não possam ir à escola, permaneçam de forma 100% online.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.