search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Segunda 13! Data icônica para a música! Dia Mundial do Rock: entenda a comemoração
Publicidade | Anuncie

Música

Segunda 13! Data icônica para a música! Dia Mundial do Rock: entenda a comemoração


No dia 13 de julho, é celebrado o Dia Mundial do Rock, pois nessa data, em 1985, foi realizado o concerto beneficente Live Aid, que ocorreu simultaneamente nos estádios Wembley, em Londres, e John F. Kennedy, na Filadélfia. O megaevento foi organizado pelos cantores e compositores Bob Geldof e Midge Ure, com objetivo de levantar fundos para combate à crise humanitária na Etiópia.

Em cada cidade, mais de 20 atrações que se apresentaram tiveram grande simbologia e importância.

— Dada a grandeza do evento, os dois shows foram importantes para chamar a atenção da mídia para o problema de fome no país africano. Em Londres, o público foi de 72 mil pessoas, já na Filadélfia foi de 100 mil” — conta Ciro Visconti, coordenador da primeira e única pós-graduação em Rock do Brasil.

As performances dos artistas demoraram cerca de 10 horas em cada um dos dois palcos e foram transmitidas via satélite para cerca de 150 países, alcançando aproximadamente 1,5 bilhão de espectadores.

— O show de 21 minutos do Queen no Live Aid foi eleito como a melhor performance de um artista na história do Rock em uma votação entre artistas, produtores e jornalistas da indústria fonográfica, que ocorreu em 2005, batendo outras consagradas apresentações de artistas, como a de Jimi Hendrix (1969), Sex Pistols (1976), David Bowie (1973) e Rolling Stones (1969) — comenta Visconti.
Ainda de acordo com o professor, o show da banda Queen, no Live Aid, é considerado o grande destaque, visto que o evento contava também com bandas clássicas, como Led Zeppelin, Black Sabbath e The Who.

— Na época, haviam artistas que estavam liderando as paradas, como Dire Straits (com Money For Nothing) e U2 (com Sunday Bloody Sunday). Além disso, a icônica performance da banda Queen foi reproduzida quase integralmente no filme Bohemian Rhapsody (2018) — complementa.

Documentário “Girl Powered: The Spice Girls” celebrará os 25 anos do lançamento do primeiro single do grupo, a música “Wannabe”.

Enquanto o mundo ainda vive as incertezas da atual pandemia do novo coronavírus sobre as agendas de entretenimento, especialmente ao vivo, os fãs das Spice Girls, que aguardam uma confirmação de uma nova turnê do grupo, receberam uma notícia positiva sobre as celebrações dos 25 anos do lançamento de “Wannabe”, primeiro single do agora quarteto.

O novo documentário sobre as Spice Girls dá o primeiro passo para as celebrações dos 25 anos do grupo e contará a história das meninas, que surgiu em uma época onde o cenário musical era completamente dominado por homens e qualquer mulher que se comportasse da mesma maneira era duramente criticada pela mídia e pelo público.

Nesse cenário, as Spice Girls surgiram com o slogan “Girl Power”, pregando o empoderamento feminino e a igualdade entre os sexos.

O novo documentário já está em produção e, segundo a imprensa britânica, terá muitas imagens de arquivo do grupo até a turnê de reunião de 2019, que aconteceu sem Victoria Beckham.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados