search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Secretaria de Saúde libera futebol em SC e confirma a retomada do Catarinense

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Secretaria de Saúde libera futebol em SC e confirma a retomada do Catarinense


O Campeonato Catarinense será retomado nesta quarta-feira (8), agora com a confirmação da Secretaria de Saúde do Estado após a assinatura, feita pelo secretário André Motta Ribeiro, da portaria nº 466, que regulamenta as competições de futebol profissional em Santa Catarina.

Junto com a liberação há uma série de protocolos a serem respeitados pelos clubes nesta retomada do futebol no Estado. O secretário de Saúde ainda salientou que tudo já vinha sendo debatido com os médicos das agremiações participantes do torneio há semanas.

Chapecoense (Foto: Reprodução/ SporTV/ Premiere)
Chapecoense (Foto: Reprodução/ SporTV/ Premiere)

Entre os protocolos estão a proibição de torcedores no estádio, a diminuição de funcionários por parte dos clubes em dias de jogos, todos serão obrigados à avaliação antes de cada treino ou partida, além da proibição de jornalistas, que não sejam cinegrafistas das emissoras detentoras das transmissão, nos gramados e qualquer tipo de aglomeração.

O Campeonato Catarinense volta nesta quarta-feira, na rodada de ida das quartas de final, com os jogos Criciúma x Marcílio Dias, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), e Chapecoense x Avaí, na Arena Condá, em Chapecó (SC). Na quinta, o Juventus enfrenta o Figueirense, no estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC), e o Joinville recebe o Brusque, na Arena Joinville.

O Estado de Santa Catarina alcançou o número de 33.822 infectados com o novo coronavírus e 406 mortes nesta segunda-feira. O Brasil já soma mais de 1,6 milhão de casos, com mais de 65 mil fatalidades.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados