X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Saúde

Residentes do ES são aprovadas em estágio do Ministério da Saúde

Salma Silva de Mesquita já está na cidade do Amazonas, onde vai fazer o curso


Duas residentes do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi) foram aprovadas por um programa de estágio do Hospital Sírio Libanês, em parceria com o Ministério da Saúde, e vão atuar diretamente com a população ribeirinha no Amazonas. 

As fisioterapeutas Salma Silva de Mesquita e Monique Stefani Rodrigues Alvim fazem parte do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, da Secretaria da Saúde (Sesa), desenvolvido pelo ICEPi.

 

Imagem ilustrativa da imagem Residentes do ES são aprovadas em estágio do Ministério da Saúde
As fisioterapeutas Salma Silva de Mesquita e Monique Stefani Rodrigues Alvim |  Foto: Divulgação/ICEPi

De acordo com o Instituto Capixaba, Salma embarcou no início do mês para a cidade de Barreirinha, no interior do Amazonas, onde vai atuar na reabilitação de pessoas vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e de deficiências.

“Estou aproveitando essa experiência da melhor maneira possível, pois acredito que será benéfico para o meu crescimento profissional. Além disso, estou tendo a possibilidade de conhecer uma nova cultura e viver novas experiências diferentes da minha realidade”, contou.

Enquanto isso, Monique já está com as malas prontas para a nova oportunidade, que tem embarque previsto para as próximas semanas.

“É uma oportunidade para conhecer melhor o País e o SUS. Acredito que será um tempo de grande aprendizado pessoal e profissional, pois experimentar a Estratégia de Saúde da Família (ESF) em um território com características tão diferentes amplia minha formação e o entendimento de como o fisioterapeuta pode atuar em territórios diversos”, ressaltou Monique Alvim.

As duas profissionais da saúde vão atuar por um mês em Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Região Amazônica, com o objetivo principal de serem formadas com excelência para o cuidado integral às populações ribeirinhas, na região Norte do País, que vivem em condições de extrema vulnerabilidade.

Segundo o ICEPi, a iniciativa contribui para o processo de expansão e qualificação da força de trabalho em saúde especializada no Brasil.

Notícias de Cidades

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: