X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Saúde

Mais 200 mil vagas para atendimento com dentistas pelo SUS

Programa do governo federal prevê ainda 60 novas equipes de profissionais de saúde bucal para o Estado. Há também faculdades e prefeituras que oferece


Imagem ilustrativa da imagem Mais 200 mil vagas para atendimento com dentistas pelo SUS
Atendimento odontológico: entre os profissionais habilitados no programa, há técnicos de saúde bucal |  Foto: Fábio Nunes/AT

Com a expectativa de ampliar o acesso a tratamento com dentistas para mais de 200 mil pessoas no Estado, o governo federal anunciou ontem a retomada do programa Brasil Sorridente. 

Entre as medidas tomadas, estão sendo incluídas mais de 3 mil novas equipes de saúde bucal no SUS, sendo 60 novas equipes para o Espírito Santo.

Leia mais sobre Saúde aqui

Entre os profissionais habilitados, há cirurgiões dentistas, técnicos e auxiliares de saúde bucal. 

Além disso, serão ampliados no País o número de laboratórios de prótese, bem como a implantação e modernização de centros de especialidades odontológicas. 

Ao todo, mais 10 milhões de pessoas que não tinham acesso a cuidados da saúde bucal devem ser atendidas, segundo o governo. 

O programa, criado em 2004, foi relançado ontem pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a exemplo de outros programas já retomados, como o Mais Médicos e o Minha Casa, Minha Vida. 

O Presidente ainda sancionou a lei que inclui o Brasil Sorridente na Lei Orgânica da Saúde. Com isso, a oferta de serviços odontológicos não poderá ser colocada em segundo plano por gestores federais, estaduais e municipais.

No Estado, o ministério está habilitando um novo Centro de Especialidades Odontológicas e sete novos Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias. Os locais não foram informados. 

Durante seu discurso, o Presidente afirmou que cuidar da saúde bucal melhora a autoestima. 

“Que a gente possa daqui a 20 ou 30 anos sonhar em ter uma sociedade em que as pessoas possam comer carne, possam comer castanha, possam sorrir, podem arrumar até namorado ou namorada. Ninguém vai querer namorar uma moça que não tenha dente da frente, muito menos ela vai querer namorar um rapaz que não tenha dente na frente”, disse.

O secretário de Atenção Primária à Saúde, Nésio Fernandes, explicou que a contratação das equipes de Saúde Bucal credenciadas é feita pelas prefeituras, que fazem as solicitações para receber os repasses. “Nesse caso, elas já podem estar atuando ou os profissionais ainda serão contratados”.

Leia mais

Conheça riscos e sintomas do câncer de pulmão, diagnosticado em Rita Lee em 2021

Programa que garante tratamento odontológico pelo SUS é relançado no País


saiba mais

Programa

O governo federal sancionou ontem o projeto de lei que inclui a Política Nacional de Saúde Bucal, também conhecida como Brasil Sorridente, na Lei Orgânica da Saúde.

A medida prevê que toda população terá direito a atendimento odontológico pelo SUS. A oferta não pode ser colocada em segundo plano por gestores federais, estaduais e municipais.

Ampliação

O Programa Brasil Sorridente foi criado em 2004. Até então, segundo o governo federal, o principal procedimento odontológico realizado nos serviços públicos era a extração dentária.

Com o relançamento do Programa, ontem, foi anunciada a ampliação do atendimento odontológico na rede pública em todo o País.

Equipes

Para isso, o governo federal está credenciando 3.685 novas equipes de saúde bucal e 630 novos serviços e unidades de atendimento. 

O investimento nessas novas habilitações soma R$ 136,87 milhões.

Com as novas equipes e serviços, espera-se ampliar o cuidado para mais de 10 milhões de brasileiros que não tinham acesso a esse cuidado e que passam a ser alcançados pelo programa, totalizando 111,6 milhões de pessoas cobertas. 

O Brasil passa a contar com 33,3 mil equipes atuando em todo o País e 5,6 mil serviços em funcionamento. 

Novos serviços

Ao todo, 805 municípios brasileiros foram contemplados com os novos serviços e equipes de saúde bucal.

Além disso, 68 diferentes serviços foram habilitados para os Centros de Especialidades Odontológicas (CEO). Desses, 19 são novas unidades. 

As novas habilitações também abrangem 552 novos Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias (LRPD), que ampliam a oferta de próteses dentárias pelo SUS e possibilitam a reabilitação fonética, mastigatória e a retomada da autoestima.

Durante cerimônia de lançamento do Programa, no Palácio do Planalto, o presidente Lula destacou que a promoção à saúde bucal passa pelo acesso aos demais serviços e deve começar na escola, com educação e, inclusive, atuação de dentistas em sala de aula.

No Estado

No Espírito Santo, estão previstas mais 60 novas equipes de saúde bucal.

Também foi habilitado serviço para um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e em sete novos Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias.

A previsão é que mais 200 mil pessoas sejam atendidas. 

Acesso

Os serviços de saúde bucal no SUS têm como porta de entrada, principalmente, as Unidades Básicas de Saúde e as Unidades de Saúde da Família. 

Também compõem a rede as Unidades Odontológicas Móveis (UOM), Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) e hospitais. 

Além desses serviços, o Programa Brasil Sorridente conta com Laboratórios Regionais de Prótese Dentária (LRPD).

Fonte: Governo federal e pesquisa AT.

Leia mais

Vacinação sem agendamento neste domingo na Serra

Covid-19 longa ainda é problema a ser enfrentado

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: