X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Coronavírus ganha nome de Covid-19

| 12/02/2020 10:06 h

Imagem ilustrativa da imagem Coronavírus ganha nome de Covid-19
A Organização Mundial da Saúde (OMS) escolheu o nome para o coronavírus, que se espalhou no final do ano passado na China: Covid-19.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, explicou em coletiva de imprensa que a nomenclatura foi definida seguindo diretrizes acordadas entre a OMS, a Organização Mundial da Saúde Animal e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação.

O objetivo era definir um nome que não se referisse a uma localização geográfica, um animal, um indivíduo ou grupo de pessoas, e que também seja pronunciável e relacionado com a doença.

“Ter um nome é importante para impedir o uso de outros nomes que podem ser imprecisos ou estigmatizantes. Também nos fornece um formato padrão para uso em futuros surtos de coronavírus.”

Na falta de um nome, alguns veículos já estavam chamando-o de “coronavírus de Wuhan”, o epicentro da epidemia.

Até a terça-feira (11), a OMS havia contabilizado o registro de 42.708 casos confirmados na China.

“Tragicamente, já superamos mil mortes – 1.017 pessoas na China – por esse vírus. A maioria dos casos e a maioria das mortes estão na província de Hubei, Wuhan.”

Fora da China, segundo a OMS, foram registrados mais 393 casos em 24 países, com uma morte.

A OMS organiza uma reunião com mais de 400 cientistas de todo o mundo, pessoalmente e virtualmente, para definir quais questões precisam ser resolvidas.

Tedros pediu a participação, em todos os países, na estratégia de contenção. “Limpe as mãos, com álcool ou com água e sabão. Mantenha distância de alguém que está tossindo ou espirrando. E, quando tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com um lenço”.

Veja mais:

Última epidemia de coronavírus deixou rastro de doenças mentais

Coronavírus: total de mortos na China continental sobe para 1.113

Coronavírus: outras 39 pessoas a bordo de navio estão infectadas

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS