X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Anvisa amplia grupo de emergência para monitorar ações contra coronavírus

| 29/01/2020 10:12 h | Atualizado em 29/01/2020, 10:24

O estudo realizado com o novo composto à base de paládio - metal raro de alto valor comercial - demonstrou sua eficácia
O estudo realizado com o novo composto à base de paládio - metal raro de alto valor comercial - demonstrou sua eficácia |  Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mudou a composição do Grupo de Emergência em Saúde Pública criado para monitorar e conduzir no âmbito da agência as ações referentes ao novo coronavírus. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o novo coronavírus já matou 132 pessoas e infectou mais de 6 mil em pelo menos 18 países.

Instituído na terça-feira (28), por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), o grupo inicialmente teria como integrantes o adjunto de Diretor da Primeira Diretoria; um assessor da Terceira Diretoria; o gerente-geral de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados; o gerente de Controle Sanitário de Produtos e Empresas em Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados; o coordenador de Imprensa e Comunicação; e o assessor-chefe do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária.

Nesta quarta-feira (29), no entanto, a agência fez uma retificação, e a equipe da Anvisa que tratará da crise será formada por representantes do gabinete do diretor-presidente da Anvisa; Gerência-Geral de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados; Gerência-Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde; Assessoria de Comunicação; e Assessoria do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária. Além disso, caso necessário, poderão ser convocados, a qualquer momento, representantes das demais áreas de atuação da Anvisa. O grupo de emergência terá prazo de duração indeterminado.

Veja mais:

Exame descarta coronavírus em menina brasileira de 10 anos

A cronologia do coronavírus, desde o primeiro alerta na China às suspeitas no Brasil

Brasileiros não vão ser retirados de áreas com surto de coronavírus

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS