search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Sarrubbo convoca reunião para discutir abertura de igrejas como 'essencial'

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Sarrubbo convoca reunião para discutir abertura de igrejas como 'essencial'


O decreto do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que classificou as igrejas como atividades essenciais e poupou os templos de fecharem as portas na pandemia, está na mira do Ministério Público do Estado.

O procurador-geral de Justiça, Mário Sarrubbo, convocou uma reunião virtual na próxima segunda-feira, 8, para examinar a medida. Foram convidados membros do gabinete de crise da covid-19 instituído no MP, líderes religiosos e integrantes do Comitê de Contingência do governo estadual.

Catedral da Sé: Medida de Dória classificou igrejas como atividades essenciais durante a pandemia da Covid-19. (Foto: Arquidiocese de São Paulo)
Catedral da Sé: Medida de Dória classificou igrejas como atividades essenciais durante a pandemia da Covid-19. (Foto: Arquidiocese de São Paulo)
Estadão apurou que o encontro deve terminar com uma recomendação do chefe do Ministério Público paulista para exclusão de celebrações, cultos e demais encontros de caráter religioso do rol de atividades essenciais durante a fase vermelha - a mais restritiva do plano de contingência ao novo coronavírus, que passou a vigorar novamente desde sábado, 6.

No início do mês, ao anunciar o decreto, Doria adiantou que pretende transformar o dispositivo em lei "para que fique claro que as igrejas têm uma função essencial".


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados