search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

São Paulo cobra profissionalismo de clubes após jogo com o Goiás ser adiado

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

São Paulo cobra profissionalismo de clubes após jogo com o Goiás ser adiado


O São Paulo cobrou profissionalismo de outras instituições após o adiamento da partida contra o Goiás pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no domingo (9). O esmeraldino teve dez atletas que testaram positivo para o novo coronavírus horas antes do jogo.

"O desfecho de voltar para casa sem poder disputar a partida nos faz relembrar a importância de que o mesmo profissionalismo praticado pelo São Paulo se reflita em outras instituições", escreveu o time em nota.

"É preciso ter responsabilidade diante de uma doença que já fez mais de 100 mil vítimas no Brasil. A exposição a que foram submetidos representa prejuízo aos atletas, comissão técnica e funcionários do São Paulo, com a lembrança de que, da nossa parte, foram seguidas as precauções em respeito à gravidade da pandemia", escreveu o clube.

A partida entre Goiás e São Paulo, que estava marcada para este domingo, às 16h, pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro, acabou suspensa por decisão da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

São Paulo (Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net)
São Paulo (Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net)

O próprio clube do Centro-Oeste já havia pedido a remarcação do jogo por causa dos dez testes positivos para o novo coronavírus no elenco profissional. Dos 10 em questão, 8 são titulares do time.

De acordo com o Goiás, os jogadores concentrados para o jogo fizeram testes na última sexta-feira (7), mas os resultados foram divulgados pela CBF ao clube somente no dia do jogo, às 8h30. Ainda segundo o clube, o atraso se deveu ao fato de que a CBF invalidou testes feitos na quinta-feira (6) alegando que o laboratório escolhido pela entidade em Goiânia para fazer a coleta falhou no acondicionamento das amostras.

Por isso, os testes foram refeitos e, somente no dia da partida, quando os atletas já estavam concentrados para o jogo, todos juntos, os resultados foram divulgados.

Na nota, o São Paulo lembrou que, mesmo com os resultados negativos em seus atletas, cumpriu as medidas de isolamento recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

"O adiamento do jogo em Goiás, fruto de exames que atestaram o contágio por boa parte do elenco adversário, foi e será respeitado pelo São Paulo. O clube recorda, porém, que está fazendo sua parte, e o departamento de futebol tomou todos os devidos cuidados na semana que precedeu a partida, os atletas mantiveram a conscientização e as medidas de isolamento necessárias, e os testes protocolares e internos foram devidamente realizados. A delegação viajou em voo fretado, evitando exposição e seguindo as mais restritas recomendações tanto durante a viagem quanto na hospedagem em Goiânia.:


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados