search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Samba e pop no Natal Iluminado

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Entretenimento

Samba e pop no Natal Iluminado


O time de solistas deste ano é formado por Max Petronio, que participou do programa “Jovens Talentos”, do Raul Gil; Lício Bruno, artista com carreira internacional como cantor de ópera;  e Adalgisa Rosa, também responsável pela direção artística do espetáculo (Foto: Dayana Souza / AT)
O time de solistas deste ano é formado por Max Petronio, que participou do programa “Jovens Talentos”, do Raul Gil; Lício Bruno, artista com carreira internacional como cantor de ópera; e Adalgisa Rosa, também responsável pela direção artística do espetáculo (Foto: Dayana Souza / AT)

Canções natalinas não faltam. Mas também há sucessos de pop, MPB, rock e até de samba na edição deste ano do “Natal Iluminado”, atração realizada pela Rede Tribuna, em parceria com Banestes, Vale, Suzano e Eco101.

O espetáculo cênico-musical, estrelado por 150 artistas, terá apresentação única no sábado, às 19h30, no Praça João Clímaco, em frente ao Palácio Anchieta, no centro de Vitória.

Sob a regência do maestro Sanny Souza, o concerto é formado por solistas adultos e mirins, dois corais e uma orquestra formada especialmente para a ocasião.

Ainda haverá participações especiais. A primeira delas é do Grupo de Ukulele do Instituto Preservarte, que está responsável pela abertura do programa. São 15 crianças executando três canções com o instrumento popular na cultura norte-americana.

Logo depois, no primeiro bloco, o público vai conferir músicas natalinas, como “Jingle Bell Rock”. As canções populares, agora com mensagens de esperança e gratidão, voltam a aparecer nos dois últimos blocos.

“O repertório transita entre o erudito e o popular. O público ouvirá clássicos de Natal com roupagens modernas e também sucessos da música nacional e internacional feitos de uma forma especial. Teremos cantores líricos fazendo canções populares e vice-versa”, adianta a solista Adalgisa Rosa, que também assina a direção artística do espetáculo.

A positividade do samba “O Que É, O Que É?”, de Gonzaguinha, encerra o programa em clima de festa, com direito à participação de pequenos ritmistas e dois casais mirins de mestre-sala e porta-bandeira. “É uma música para cantarmos e dançarmos juntos com o público”, diz Adalgisa sobre a inovação.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados