search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Rota para o atalho
Painel da Folha de São Paulo

Rota para o atalho

A saga de Jair Bolsonaro para criar a Aliança pelo Brasil, sua nova sigla, deve ganhar um reforço técnico hoje. Integrantes do comitê gestor da ICP (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira), vinculado à Casa Civil, devem aprovar resolução que facilita a validação das assinaturas digitais por quem já utilizou a tecnologia.

A expectativa é de que aumente o número de usuários da ferramenta, considerada por aliados do Presidente uma via rápida para a fundação do novo partido.

Para ontem
Bolsonaro precisa reunir cerca de 500 mil assinaturas até março de 2020 para criar a legenda a tempo de participar das eleições municipais.

No limbo
O Presidente reconhece o prazo exíguo, mas já disse que, se conseguir o sinal verde do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para usar as assinaturas digitais, pode colocar rapidamente seu projeto de pé. A Corte ainda avalia se dará autorização para o uso da tecnologia. O julgamento sobre o caso está suspenso.

X da questão
O comitê da ICP deve liberar que as assinaturas sejam ativadas sem a presença física do usuário. Especialistas temem que, com a medida, a segurança seja reduzida e se crie brechas para fraudes.

X da questão II
“Há um rigor muito grande no momento em que é atribuído um certificado digital a uma pessoa, por isso a necessidade de o sujeito ir até uma autoridade de registro”, diz Ricardo Custódio, da UFSC e ex-membro da ICP.

Via do meio
A ofensiva publicitária promovida por partidos de centro, como DEM, PP e Solidariedade, vai entrar em nova fase. Vídeos produzidos pelo grupo vão começar a debater temas e, mais do que apontar problemas na polarização, vão tratar efetivamente de caminhos alternativos.

Via do meio II
O filme que vai inaugurar essa segunda etapa apresenta propostas para a área social.

Fora para dentro
A proximidade da COP-25, na Espanha, evento global que ocorre até o dia 13 deste mês, foi crucial para o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), reagir rápido e determinar a troca do chefe do inquérito que levou quatro brigadistas para a cadeia.

Fora para dentro II
Aliados dizem que ele não quis correr o risco de, às vésperas da conferência sobre o clima, passar a imagem de que o Pará não trata crimes ambientais com prioridade e isenção.

É a política
A imposição de barreiras ao aço, pelos Estados Unidos, foi lida em Brasília mais como um evento de campanha eleitoral de Donald Trump do que uma resposta à ofensiva comercial brasileira no exterior. As evidências: nenhum alerta havia sido dado antes, como recomenda a diplomacia, e a perda de vendas de soja para a China, por exemplo, ocorreu em 2018.

Alhos e bugalhos
O economista Otaviano Canuto, membro do Policy Center for the New South e ex-vice presidente do Banco Mundial, afasta a ideia de que o Brasil esteja forçando de propósito a desvalorização do real, como acusa o americano. “As intervenções (do Banco Central) têm sido na direção oposta. É protecionismo puro de Trump”, diz.

Na lista
Segundo o economista, a China também foi acusada de manipular sua moeda neste ano e, de novo, sem comprovação.

Para o ralo
O corregedor nacional do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), Rinaldo Reis Lima, determinou o arquivamento de reclamação apresentada pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP) contra Deltan Dallagnol.

Para o ralo II
O parlamentar pediu investigação sobre a conduta do procurador após mensagens divulgadas pela Folha e pelo The Intercept mostrarem que Deltan deu palestra à empresa Neoway Tecnologia, citada em delação de lobista envolvido no pagamento a políticos do MDB.

Para o ralo III
O corregedor, porém, entendeu que não há sinais de que Deltan Dallagnol tenha participado da negociação sobre acordo de colaboração e que ainda declarou-se suspeito e se afastou do caso.

Tiroteio

“O Presidente daqui precisa deixar de ser o bobo da corte e aprender com o de lá a defender os interesses do nosso Brasil”

Do senador Jaques Wagner (PT-BA), sobre o anúncio do presidente norte-americano Donald Trump de que vai impor barreiras à compra do aço brasileiro.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quem manda mais

A decisão de Luiz Fux, que reformou ato do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, nas ações que contestam a criação do juiz das garantias foi lida por ministros de Cortes …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Tempo de maturação

Apesar da repercussão da denúncia contra Glenn Greenwald, uma reclamação ao Supremo não deve ser encaminhada nos próximos dias, durante o recesso do Judiciário. O plantonista da Corte é o ministro …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

DNA da fuga

O governo de São Paulo afirmou ter identificado apenas um fugitivo que teve passagem por uma prisão do estado, entre os 75 que fugiram de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. O secretário de Administra…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ponta do novelo

O vídeo com alusão ao nazismo que derrubou o secretário de Cultura, Roberto Alvim, acentuou o racha na comunidade judaica no País. O grupo Judeus pela Democracia pretende usar o episódio para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com fé, eu vou

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), baixou na última semana resolução que cria uma via rápida para a aprovação de isenção do IPTU para templos religiosos. A medida entra em vigor em 1º de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

A parte pelo todo

Ao conversar com Jair Bolsonaro, ontem, sobre o vídeo gravado por Roberto Alvim – secretário da Cultura que acabou demitido no episódio –, o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Homem ao mar

Como forma de reduzir a crise na Secretaria de Comunicação, auxiliares de Jair Bolsonaro avaliam que Fábio Wajngarten tem que agir de modo mais efetivo e deveria optar por afastar Fábio Liberman, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Devagar com o andor

Apesar da intenção de apresentar a reforma administrativa em fevereiro, a equipe econômica foi advertida de que trechos incomodam algumas categorias de servidores e podem complicar o avanço do tema. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Espólio de guerra

Um dos pontos que o governo avalia para a venda dos Correios é o que fazer com um contingente de cerca de 40 mil pessoas que possivelmente vão perder o emprego com a privatização da estatal. Em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ao gosto do freguês

Advogados que atuam em causas penais já vislumbram a possibilidade de usar o juiz das garantias a favor de réus que hoje defendem. Um dos pontos que emergem é a leitura de que a nova figura …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados