search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Reuniões Online: Escolha um programa e fique em casa
Mundo Digital
Eduardo Pinheiro

Eduardo Pinheiro


Reuniões Online: Escolha um programa e fique em casa

(Arte: André Felix / AT)
(Arte: André Felix / AT)

A pandemia do novo coronavírus tem levado boa parte da população global para o isolamento social no sentido de evitar a contaminação com o vírus. Com isso, aumentou em grande escala o uso de plataformas de videoconferência, para utilização no trabalho em casa (home office) e para reuniões de amigos e parentes.

A relação entre pessoas, por meio da modalidade de videoconferência, é a melhor medida no momento, para reduzir os riscos de contaminação pelo vírus. Entre ferramentas pagas ou gratuitas, para computadores ou smartphone, existem soluções para todo tipo de usuário e finalidade. Nesta edição passaremos informações valiosas para o seu processo de escolha da ferramenta que melhor atender as suas necessidades, seja para uso pessoal ou para adoção de trabalho remoto.

No mercado são disponibilizadas diversas plataformas, cada uma com características próprias e indicadas para determinadas finalidades. Iremos, a seguir, apresentar 5 das ferramentas mais utilizadas e destacar suas principais funcionalidades e limitações.

Para essa análise dividimos as ferramentas em duas categorias: uso pessoal (Skype e Google Hangouts) e uso corporativo (Microsoft Teams e Zoom Meet).

O Skype foi lançado no ano de 2003. Em 2005, foi vendido para a empresa eBay e pertence, desde maio de 2011, à Microsoft. Atualmente, é o aplicativo de videoconferência para computadores mais famoso do mercado e possui cerca de 320 milhões de usuários espalhados pelo mundo. O Skype possuí versão para computador e smartphone e pode ser executado diretamente pelo navegador, sem instalação de nenhum complemento. A sua grande desvantagem é a limitação em 50 o número de participantes, por cada sessão de videoconferência.

Google Hangouts é uma plataforma de comunicação, desenvolvida pela Google, que inclui mensagens instantâneas, chat de vídeo, SMS e VOIP. Foi lançada em 15 de maio de 2013, durante a conferência de desenvolvedores Google. Possuí versão para computador e smartphone, porém é necessário a instalação de complemento para o navegador Google Chrome. Sua grande desvantagem é a limitação de apenas 10 participantes por sessões. Porém, existe a versão empresarial chamada Hangouts Meet, gratuito até o mês de julho e permite 250 participante por reunião.

Já em relação às ferramentas mais indicadas ao uso corporativo, principalmente, na modalidade de Home Office, a disputa também é acirrada, com leve vantagem para a solução ZOOM.

A ferramenta Microsoft Teams é uma plataforma unificada de comunicação e colaboração que combina bate-papo, videoconferências, armazenamento de arquivos (incluindo colaboração em arquivos) e integração de aplicativos no local de trabalho. Possui versão para computador e smartphone e pode ser executado diretamente pelo navegador, sem instalação de nenhum complemento. A versão gratuita da ferramenta não permite salvar a tela e agendar reuniões,
mas com planos a partir de R$ 23,60 é possível utilizar todas suas funcionalidades e criar reuniões para até 300 participantes.

Por sua vez, a ferramenta ZOOM MEET é um pouco mais generosa na sua versão gratuita, permite a utilização de todas suas funcionalidades em reuniões com até 100 participantes. Todavia, limita ao tempo de 40 minutos cada reunião com mais de 2 participantes, limitação inexistente em sua versão paga. A solução ZOOM leva vantagem em quase todas as funcionalidades em relação ao Microsoft Team, com uma interface simples e intuitiva.], conquistou o gosto do público brasileiro.

Todas as soluções apresentadas, para uso pessoal e corporativo, possuem opções de compartilhamento de tela, webchat, desativação do som dos outros participantes, gravação da reunião e troca de arquivos durante a reunião.

Entretanto, vale ressaltar que, nos últimos dias foram descobertas vulnerabilidades na solução ZOOM, tais como falta de criptografia ponto a ponto, arquivos de conversas salvos sem proteção em seus servidores, e brechas que possibilitam hackers instalarem códigos maliciosos nos dispositivos dos participantes que aceitam arquivos compartilhados. A empresa já se pronunciou sobre essas vulnerabilidades e ficou de realizar as devidas correções. Assim, a sua utilização ainda requer cautela no tipo de conteúdo da conversa e atenção na interação com outros participantes da reunião.

Enfim, em tempo de isolamento social, são várias as ferramentas que poderão tornar o seu dia a dia menos isolado e mais produtivo ou inclusivo. Além das quatro ferramentas analisadas existem outras com funcionalidades equivalentes, tais como a AVAYA, Whereby, Join Me, Cisco Webex, Google Meet, Go To Meeting, entre outras. A variedade de soluções para reuniões online nos permite, dentro de cada perfil de grupo de trabalho e finalidade, escolher a mais adequada para os respectivos propósitos e tocar a vida de forma online, sem contrariar as orientações das autoridades de saúde para ficar em casa. Agora a escolha é sua!


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados