search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Recorde de multas por alta velocidade no Estado

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Recorde de multas por alta velocidade no Estado


Radar e semáforo em Vila Velha: motoristas não estão respeitando as leis de trânsito e acabam sendo multados (Foto: Dayana Souza - 07/10/2019)
Radar e semáforo em Vila Velha: motoristas não estão respeitando as leis de trânsito e acabam sendo multados (Foto: Dayana Souza - 07/10/2019)

Apesar do isolamento social ter reduzido o número de veículos nas ruas do Estado, a multa por excesso de velocidade bateu recorde no mês de abril.

Dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES) mostram que 24 mil condutores foram flagrados acima da velocidade permitida no primeiro mês completo de quarentena. A média é bem superior à do ano passado, quando 13 mil foram multados no mesmo período.

O mês de abril deste ano superou, inclusive, o número de multas aplicadas em janeiro, que historicamente é o período com mais infrações cometidas por conta das férias e do verão – foram 18 mil no primeiro mês do ano.

“A tendência seria reduzir o número de multas, pois a pandemia trouxe uma redução na circulação de veículos. Esperávamos um trânsito mais tranquilo, mas o que vimos foi um cenário bastante assustador”, afirmou a diretora técnica do Detran-ES, Edina de Almeida Poleto.

Como o sistema de multas continua o mesmo, a diretora do Detran acredita que esse aumento está diretamente ligado ao comportamento dos motoristas durante a pandemia.

“Menos carros estão na rua, então muitos estão se aproveitando disso para correr mais. Em épocas normais, com o fluxo mais intenso no trânsito, é mais difícil fazer isso”, afirmou Edina.

É tanto que a multa por excesso de velocidade foi a única que aumentou, ao lado do avanço de sinal vermelho. Houve redução em todas as outras infrações, como falar ao celular enquanto dirige e estacionar em local proibido.

“Mas por conta do momento, muitos acreditam que os radares não estão funcionando, o que não é verdade”, ressaltou a Edina.

Acidentes

O resultado da imprudência tem como reflexo o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito. Com 44 mortos, o mês de abril superou janeiro, quando 42 pessoas perderam a vida nas ruas e estradas. O aumento foi mais expressivo nos municípios de Vitória, Serra e Pancas, na região Noroeste do Estado.

A maioria desses acidentes com vítimas fatais está ligada ao excesso de velocidade, segundo o Detran-ES.

Redução em multas por embriaguez

Diferente do excesso de velocidade, a aplicação de multas por dirigir sob o efeito do álcool reduziu em abril, no primeiro mês completo de isolamento social. Com apenas 64 infrações, foi o menor índice do ano no Estado.

A explicação, no entanto, não tem relação com o comportamento do motorista durante a pandemia, e sim com a forma como a fiscalização está acontecendo.

Por conta do risco de contaminação do coronavírus com as gotículas de saliva, a Polícia Militar deixou de utilizar o chamado bafômetro a distância – aquele que identifica pelo ar se o condutor ingeriu bebida alcoólica.

“Como o motorista precisa fazer o sopro no ar, a possibilidade de contágio é maior. Por isso, passamos a concentrar mais a fiscalização no bafômetro convencional, já que usamos um canudo para cada sobro e é mais seguro”, afirmou o capitão Teothônio, do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar.

O bafômetro a distância ajudava na efetividade da fiscalização. Com ele, foram 125 multas em janeiro e 115 em fevereiro. Sem o equipamento, o número caiu para 68 em março e 64 em abril.

“Mesmo assim, a fiscalização continua. Não estamos fazendo blitz específica, mas estamos flagrando embriaguez”, disse o capitão.


Saiba mais


Excesso de velocidade

  • Abril de 2019: 13.425 multas

  • Abril de 2020: 24.655 multas

  • O número de multas aumentou mesmo com menos veículos na rua por conta da pandemia.

Evolução por mês

  • Janeiro (Historicamente o mês com mais multas): 18.023 multas

  • Fevereiro: 16.469

  • Março(início da quarentena): 17.062

  • Abril (mês completo de quarentena): 24.655

Fonte: Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES).


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados