search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

'Racistas não passarão', diz Bruno Covas ao mencionar protestos

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

'Racistas não passarão', diz Bruno Covas ao mencionar protestos


Bruno Covas, prefeito de São Paulo (Foto: Reprodução / SBT)
Bruno Covas, prefeito de São Paulo (Foto: Reprodução / SBT)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou seu apoio aos protestos contra o racismo por todo o mundo. Ele reconheceu que a capital paulista tem indicadores que revelam grave desigualdade.

"A nossa cidade tem 40% de pretos e pardos e sobre eles pesa a desigualdade. Em todos os indicadores sociais, a desigualdade se revela. Mesmo o impacto do coronavírus é maior na população preta, que tem 37% de risco maior de óbito", disse o prefeito.

O risco de mortalidade nessa população é maior por a maioria viver na periferia e pela presença de comorbidades, como hipertensão e diabetes. O prefeito não anunciou nenhuma ação para combater essas desigualdades, mas disse se solidarizar.

"Nunca passei pelo constrangimento de ter que explicar ao meu filho que ele pode ser vítima de preconceito por causa da cor da sua pele. Mas me solidarizo e dou meu apoio às reivindicações", disse.

"Racistas não passarão", finalizou o prefeito.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados