search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Quiosques pedem para abrir em fim de semana

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Quiosques pedem para abrir em fim de semana


Os donos de quiosques na Praia de Camburi, em Vitória, querem uma flexibilização das regras para abrir as portas nos finais de semana, o que atualmente está proibido.

Proprietários querem flexibilização das regras para que os estabelecimentos da orla de Camburi (Foto: Rodrigo Gavini - 20/12/2018)
Proprietários querem flexibilização das regras para que os estabelecimentos da orla de Camburi (Foto: Rodrigo Gavini - 20/12/2018)
Dos seis estabelecimentos da orla, somente um está funcionando, mesmo com a liberação para abertura de segunda a sexta-feira.

Os quiosques estão na mesma categoria de restaurantes e lanchonetes, ou seja, só estão autorizados a funcionar durante a semana, das 10 às 16 horas. A regra é a mesma em toda a Grande Vitória.

Os comerciantes alegam, no entanto, que não compensa abrir as portas nos dias permitidos, já que o fluxo maior de clientes acontece aos sábados e domingos.

“Não vale a pena abrir dessa forma, pois teríamos prejuízos por conta dos gastos”, afirmou Wagner Margon, dono do quiosque Gaivotas, que está fechado desde março.

Proprietária do quiosque Regina Maris, a comerciante Regina Lima conta que perdeu diversas mercadorias e precisou reduzir o número de funcionários de 38 para 18, já que também mantém um restaurante em Vila Velha.

“Nossos clientes não têm o costume de pedir para entrega. Preferem comer no local, o que também inviabiliza o delivery. O ideal é abrir no fim de semana, senão vamos continuar fechados, e com dificuldade”, disse Regina.

O empresário Rodrigo Teixeira defende abertura dos quiosques também à noite (Foto: Leone Iglesias/AT)
O empresário Rodrigo Teixeira defende abertura dos quiosques também à noite (Foto: Leone Iglesias/AT)
O único quiosque em funcionamento é o Moqueca Prime, que abriu as portas na semana passada.

Já o Porquinho Bar fará o mesmo na próxima semana, mas o proprietário, Rodrigo Teixeira, não está muito confiante.

“Vamos abrir porque já está muito complicado, mas as pessoas não vão vir, pois o horário permitido não é bom” ressaltou.

Rodrigo diz que o ideal era trocar o funcionamento de segunda a sexta para sábado e domingo, além da possibilidade de abrir à noite.

“Sabemos das medidas que devem ser tomadas, como o afastamento das mesas, a instalação de álcool em gel e a higienização. Estamos preparados”, afirmou.

Quem também defende a abertura no período noturno é o Barlavento, que tem grande parte do seu público à noite. O quiosque não está abrindo durante a semana, restringindo seu atendimento ao delivery de drinques.

“Medidas para preservar a saúde e a segurança”

A Prefeitura de Vitória ressaltou que qualquer possibilidade de abertura em novos dias terá de ser seguida em toda a região metropolitana.

“Não podemos fazer algo isolado, pois a nossa decisão pode impactar na pandemia do município vizinho”, disse o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Vitória, Renzo Nagem.

Ele ressaltou que o pagamento do aluguel dos quiosques está suspenso e uma análise de reequilíbrio econômico-financeiro poderá ser feita depois da pandemia.

Já o governo do Estado disse, em nota, que “mantém diálogo permanente com representantes dos diferentes segmentos comerciais, buscando medidas que viabilizem o funcionamento dos estabelecimentos e que preservem a saúde e a segurança da população”.

Questionado sobre a possibilidade de abertura dos quiosques aos finais de semana, o governo disse que as medidas podem ser revistas, caso haja melhora nos dados do mapa de Gestão de Risco de Covid-19, que leva em conta isolamento social, avanço do contágio e ocupação de leitos.


Entenda


As regras

  • O decreto é válido para toda a Grande Vitória. A regra segue vigente até o dia 31 deste mês.

    Restaurantes e quiosques
  • Só podem funcionar de segunda a sexta-feira, entre 10h e 16h. Nos finais de semana, não podem abrir.

    Bares
  • Não podem funcionar em nenhum dia da semana.

    Situação dos quiosques
  • Fechados: K2–Gaivotas, K3–Regina Mares e Caranguejo do Assis.
  • Abertos: Moqueca Prime e Porquinho Bar (a partir da próxima semana).
  • Delivery: K1–Barlavento (delivery de drinques de quinta a domingo).

Fonte: Governo do Estado e estabelecimentos citados.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados