search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Quinze dicas para organizar os armários

Notícias

Cidades

Quinze dicas para organizar os armários


A falta de tempo não é mais desculpa para deixar o lar fora de ordem. O período ocioso em casa devido à quarentena para evitar a contaminação pelo novo coronavírus é uma boa oportunidade para se desfazer dos excessos e reorganizar os armários.

Personal Organizer Renata  Marchezi: organizar é diferente de arrumar (Foto: Divulgação)
Personal Organizer Renata Marchezi: organizar é diferente de arrumar (Foto: Divulgação)
Para ajudar no processo, a reportagem de A Tribuna reuniu 15 dicas de profissionais de organização que podem ser facilmente seguidas por todos.

Visualizar tudo que tem para separar o que fica e o que vai embora é a primeira etapa. Categorizar os itens, identificá-los e organizá-los em padrões são etapas importantes para colocar as coisas em ordem e facilitar a vida ao retornar à rotina.

A ordenação exige tempo e deve ser terminada sem enrolação. A personal organizer Luciana Barbosa orienta escolher um cômodo ou um móvel por vez e só avançar para outro após concluir o anterior.

“Tem de determinar o que vai fazer e se limitar àquela ação. Se fizer a casa toda de uma vez, vai desanimar”, opina a especialista.

O trabalho deve ser planejado para ser eficaz. A personal organizer Renata Brioschi Marchezi diferencia organizar de arrumar e enfatiza a importância de determinar locais para cada objeto.

“A organização é a sistematização que permite todos encontrarem suas coisas. Já a arrumação é a manutenção do que está organizado”, explica. “Com a ordem, a pessoa otimiza o tempo ao localizar coisas com mais facilidade”.

O processo permite ainda encontrar lembranças afetivas escondidas em meio à bagunça e promove a renovação do lar ao abrir espaço para novos itens.

“É importante envolver toda a família. Não adianta querer organizar e não saber se poderá ou não se desapegar de algo”, pontua Renata.

Excessos e ausências também ficam evidentes, acrescenta a personal organizer Karem Augustin.

“A pessoa tira tudo de dentro do armário e separa as peças por categoria, então tem noção de quantas calças possui, por exemplo, e percebe que não precisa de tantas”.

Ao fazer a triagem dos pertences, deve-se determinar os que ficam e os que vão embora. Alguns de fato precisam ser descartados. Outros podem ser doados ou até mesmo vendidos em bazar.

“Parada no guarda-roupa sem ser usada, a peça não vale nada. Com bazar, pode ter retorno de 50% a 70% do preço”, sugere Karem.


AS DICAS

1 - Veja tudo o que tem
Tire tudo de dentro do armário e coloque em uma superfície espaçosa para poder visualizar o que tem.

2 - Faça a limpeza
Aproveite o móvel vazio para higienizar e evitar mofo. Deixe as portas abertas por um tempo para ventilar dentro e secar por completo.

3 - Desapegue!
Separe os itens e diferencie o que irá manter e o que irá se desfazer. Uma parte pode ser revendida em bazar ou ser doada.

4 - Termine o que começou
Se a casa ficar bagunçada por muito tempo, é provável que você perca a paciência e desista do processo.

5 - Separe em categoria e crie subcategorias
As categorias são simples: shorts, calças, blusas, roupas íntimas, de academia... As categorias vão além e diferenciam peças de trabalhar da de ficar em casa ou ir a festas, por exemplo. Isso permite controlar quais itens novos precisam ser adquiridos e quais já possui o suficiente.

ANTES e DEPOIS - Armário:  organização facilita a vida no dia a dia e deixa a casa arrumada (Foto: Divulgação)
ANTES e DEPOIS - Armário: organização facilita a vida no dia a dia e deixa a casa arrumada (Foto: Divulgação)


6 - Padronize seus cabides e posicione-os da mesma forma
Essa troca desfaz a visão de amontoado de roupas e ainda ajuda você na hora de tirar ou devolver a peça.

7 - Use e abuse de organizadores
Podem ser caixas, cestos, colmeias ou nichos. Eles facilitam separar as categorias de cada item e ajeitam até peças com tecidos moles que não mantêm a dobradura.

8 - Deixe tudo identificado
Para que tudo fique em ordem, todos devem saber onde guardar os objetos, e uma etiqueta de identificação na frente da gaveta ou da caixa permite saber o que guardar ali sem precisar revirar o que está arrumado.

9 - Guarde tudo no lugar de imediato
Devolva os itens para seus devidos lugares logo após usá-los. Assim poderá encontrá-los com facilidade quando precisar deles novamente.

10 - Faça a triagem dos novos objetos
Uma dica é separar uma caixa e uma gaveta para depositar papéis, correspondências e outros objetos assim que entrar em casa. Uma vez por semana, a caixa deve ser verificada para dar o destino de tudo, seja descartar ou guardar no lugar correto.

11 - Projete espaços extras
Caso haja probabilidade de crescimento em algum grupo que está sendo organizado, já adote uma medida preventiva deixando um espacinho extra para aqueles itens.

12 - Envolva a família na organização
É importante que todos saibam o local correto de cada coisa. Além disso, a família deve estar de acordo ao definir o que será desapegado ou mantido.

13 - Crie uma caixa de recordações
Se tiver dificuldade de se desfazer de alguma lembrança de festa, não precisa manter tudo. Guarde algum detalhe devidamente identificado em uma caixa de recordações.

14 - Não acumule
Se perceber que as peças já não estão mais cabendo dentro da gaveta ou estão caindo para fora do armário, reveja todos seus pertences e faça uma nova seleção para verificar se há algo que não serve ou que não usa mais.

15 - Faça rondas periódicas
A cada duas semanas, faça uma ronda pela casa para verificar se as coisas continuam guardadas corretamente. Se foram mudadas de lugar, aproveite para reorganizar.

Fonte: Especialistas entrevistadas.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados