search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Quem quer dinheiro?
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Quem quer dinheiro?

Entra eleição, sai eleição e a distribuição de recursos para as campanhas dos candidatos sempre dá confusão. É muito difícil um dirigente de partido conseguir agradar todo mundo na divisão do dinheiro e aí vêm as cobranças. “Já brigaram comigo aqui, mas é difícil”, disse o presidente do PSB-ES, Alberto Gavini, a quem cabe administrar os recursos dos socialistas.

Em Vitória, Sérgio Sá recebeu R$ 500 mil do partido para a campanha. Em Guarapari, Gedson Merízio conta com R$ 100 mil. “O PSB nacional encaminhou recurso para todas as capitais. Já para os outros municípios, a Estadual é quem vai repassar. O Gedson vai receber mais”. Segundo Gavini, o partido deverá contar com R$ 3,8 milhões a R$ 4 milhões, para os 38 candidatos a prefeito, os 31 a vice e os quase mil vereadores.

Mas nem todos vão receber a mesma coisa. Segundo Gavini, será levado em conta o tamanho da cidade, se tem tempo de TV, se terá 2º turno e a competitividade da candidatura.

Definição nacional

O PT vai usar os critérios definidos pela Executiva nacional para dividir os recursos. Em Vitória, João Coser recebeu R$ 321 mil do PT nacional. Dez vezes mais que a candidata à prefeita de Cariacica, Célia Tavares (R$ 30 mil da Nacional). Segundo a tesoureira do PT, deputada Iriny Lopes, a Estadual terá quase R$ 2 milhões para distribuir aos candidatos.

Igreja e eleições

A Igreja Católica divulgou uma carta, assinada pela Arquidiocese de Vitória e pelas dioceses de Colatina, São Mateus e Cachoeiro, orientando os fiéis na escolha dos candidatos. Pedem pra levar em conta: “A verdade e o bem comum”, “a liberdade e a democracia”, “solidariedade e enfrentamento à fome”, “a chaga da corrupção” e “a missão do leigo”.

E na Serra...

Os candidatos a prefeito da Serra já arrecadaram R$ 2.058.779 para gastar na campanha. Quem tem até agora mais bala na agulha é Sergio Vidigal, que recebeu R$ 540.269. Em 2º no ranking está Xambinho, com arrecadação de R$ 401.500. Fábio vem em seguida, com R$ 400 mil e Bruno Lamas com R$ 372.900. Vandinho já arrecadou R$ 340 mil. Gracimeri tem até agora R$ 2.610 e Luciana Malini, R$ 1.500. Os demais não prestaram contas.

(Arte: André Felix / AT)
(Arte: André Felix / AT)
Nada de tapete de santinhos

O Ministério Público Eleitoral reuniu candidatos para assinarem o pacto “Cidade Limpa”, que tem por objetivo evitar o derrame de santinhos pelas ruas do Estado. Os candidatos vão entregar o material excedente no cartório da 52ª Zona Eleitoral que entregará aos catadores de recicláveis.

MP pede a inelegibilidade de prefeito de Kennedy

O Ministério Público pediu a inelegibilidade do prefeito de Presidente Kennedy, Dorlei Fontão, por suposto abuso de poder político. Segundo, a ação, o prefeito teria distribuído, em julho, kits de material escolar e uniformes, com a alegação de que as aulas estavam próximas de retornar. O MP cita, porém, que nessa data o município estava em risco alto, que não havia previsão de volta às aulas e que a distribuição dos kits não foi feita em anos anteriores.

GALERIA

Na mira do MP

Além de mirar o prefeito, a ação do Ministério Público em Presidente Kennedy também tem como alvo um empresário e a secretária de Educação do município.

Incluído

O presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, designou o desembargador Fernando Zardini, supervisor das Varas Criminais e de Execuções Penais do TJ-ES, para compor o grupo de trabalho que vai avaliar a necessidade de revisão das regras de negócio atuais do Banco Nacional de Monitoramento das Prisões – BNMP 2.0.

Inauguração

O candidato a prefeito de Cariacica Saulo Andreon (PSB) inaugura nesta segunda seu comitê de campanha, às 19h, no bairro Dom Bosco.

De olho

O que tem de cargo comissionado doando dinheiro para a campanha eleitoral do chefe não está no gibi.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados