search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Quanto tempo devemos ficar em uma visita?
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Quanto tempo devemos ficar em uma visita?

Boa pergunta! Veio de uma seguidora do Instagram, preocupada em não incomodar a amiga. A resposta, como tudo na vida, depende de uma série de fatores.

E como visitas ao vivo estão cada vez mais raras hoje em dia, convém mesmo não extrapolar, para que possam se repetir – até, talvez, pensando com otimismo, um dia voltarem a ser um hábito mais destinado a lazer e diversão do que, como hoje, uma obrigação e apenas em determinadas circunstâncias, como nascimentos, falecimentos, etc.

Avise sempre – De preferência, com uma certa antecedência. Até mesmo avisar na véspera (com quem se tem intimidade) é válido. Mas é necessário.

E existe forma: “Fulano, gostaria de te ver porque quero lhe falar (ou levar ou mostrar algo ou matar a saudade) no dia tal. É possível?” Muito melhor do que “fulano, vou passar aí amanhã tá?”.

Se a iniciativa está partindo de você, mesmo que seja uma visita sem motivo, chegar sem avisar é impensável, além de arriscado.

Além disso, temos que levar em conta o motivo, e para que se destina a visita.

Visitas para bebês recém-nascidos – Na maternidade, a rotina, embora feliz, é puxada. Portanto, marque 20 minutos de relógio.

Pense que a mãe está se recuperando e recebendo amigos e familiares – um em seguida do outro – e você não pode impor sua presença por mais que a queira bem.

Se está visitando em casa, não é muito diferente.

A não ser que a mãe insista muito para que fique mais um pouco, vá embora em meia hora.

Se for levar crianças – Dependendo da idade dos pequenos, e se tem ou não espaço ou outras crianças na casa para eles se distraírem, procure também limitar o tempo a 45 minutos – no máximo uma hora.

Visitas para doentes – Esse tempo varia conforme a enfermidade.

Se está em repouso prolongado, porém sentindo-se bem, sua companhia por uma hora ou mais pode até distrair a pessoa.

No entanto, se a pessoa estiver com uma simples gripe forte ou se recuperando de alguma cirurgia ou tratamento mais invasivo vale aquela meia hora – curta e gratificante. E, dependendo do caso, até menos, se perceber que a pessoa está abatida ou sonolenta.

Pêsames – Depende da amizade, do estado da pessoa enlutada e do seu discernimento. Porém, quanto menos intimidade, mais curta deve ser a visita.

Assuntos delicados – Sua amiga ou amigo te chamou para desabafar e/ou se aconselhar por conta de alguma crise.

Vá com uma boa dose de paciência e, se possível, até desligue o celular. E fique o tempo necessário...

Quando a pessoa é íntima – Se a visita em questão é um amigo ou amiga e a ideia é uma tarde juntos, colocando a conversa em dia, vale tudo: afinal, entre amigos, as visitas ao vivo podem ser extremamente gratificantes, e não devemos nos ater a regra nenhuma.

Em tempo: as dicas acima são apenas sugestões, pois visitas e encontros ao vivo estão tão raros que devemos encorajar e cultivar cada um deles.


 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

O bom convidado

Convidado para um jantar entre amigos, será que tudo o que você tem a fazer é aparecer e comer? Não mesmo. Ora, preparar um jantar é um trabalho árduo. Seu anfitrião pode ter tirado todo o dia de …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Amigos e conhecidos: mais importantes do que se imagina!

Trabalho e família. É comum colocar neles todo o peso do nosso bem-estar, assim como todas as nossas expectativas. Agora, nos aproximando do terceiro mês do ano, este é um bom momento para refletir …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Cavalheirismo, um poderoso afrodisíaco

Se existe algo de que as mulheres sentem falta atualmente é do bom e velho cavalheirismo.  É que, com a emancipação feminina e a igualdade dos sexos, muitos homens pensaram que esse atributo …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Corajosa Regina (sim, a Duarte)

Para não dizer que não falei de Regina, esperei a poeira baixar, o sim se concretizar e as malcriações aparecerem. Porque eram inevitáveis. Vamos combinar: figura pública, namoradinha do Brasil, há …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Bom momento para ressignificar

O começo de um novo ano merece sempre uma reflexão. Lido com palavras, gosto de pensar que nossas ações/conceitos acompanhem o seu significado, na medida do possível, ao pé da letra. Mas percebo que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Não é amor. É força mesmo!

Estão me cobrando um comentário sobre a deserção do casal Harry e Meghan da Corte inglesa – e da Inglaterra –, perpetrando seu próprio Brexit. Andei ouvindo as opiniões nesta ou naquela roda de …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Gravidez precoce

A virgindade é a única arma da mulher!”. Cresci ouvindo essa frase de minha mãe. Essa era sua ideia de educação sexual. Parecida com a da ministra Damares. Nós, os filhos – três mulheres e um varão …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Você sabe o que é fandom?

Se não sabe nem esquente porque eu também não sabia. Mas, como todo mundo que gosta de se comunicar, ao saber que era recomendado criar e usar fandoms para aumentar o alcance de meu trabalho nas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Motivos para agradecer

Não sou eu quem diz, mas a Ciência: gratidão faz bem. Como sempre, em todo início de ano ou de novo ciclo fazemos uma espécie de balanço do que foi bom e o que foi ruim – e 2019 foi um ano especialme…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Como dar festa ao ar livre

Se você tem um quintal, uma varanda ou uma piscina, poderá desfrutar de um pouco de ar fresco e de um amplo espaço aberto enquanto relaxa e conversa com seus convidados. Faça uma lista - Inclua …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados