search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

PSB escolhe Sérgio Sá para disputar Prefeitura de Vitória

Notícias

Política

PSB escolhe Sérgio Sá para disputar Prefeitura de Vitória


O vice-prefeito de Vitória, Sérgio Sá, foi eleito, na segunda-feira (17), o pré-candidato do PSB para a prefeitura da capital. Em prévia do partido, na realizada na Câmara de Vitória, Sá obteve 60 votos, contra dois do deputado estadual Sergio Majeski.

Vice-prefeito de Vitória, Sérgio Sá (Foto: Rodrigo Gavini)
Vice-prefeito de Vitória, Sérgio Sá (Foto: Rodrigo Gavini)
“A prévia é o processo mais democrático possível, processo de escolha onde você abre para a base. Pior seria se a decisão fosse na Executiva e no diretório. A prévia dá condições do eleito discutir com a cidade com mais legitimidade”, afirmou o vice-prefeito.

Sergio Majeski, antes mesmo da votação, disse da tribuna da Casa que continua tão pré-candidato quanto entrou no evento. Após a votação, ele não descartou entrar na Justiça para invalidar o processo ou até mesmo trocar de sigla. “Todas possibilidades estão em aberto, se o partido insistir que isso vale”, disparou.

Para Majeski, o evento não teria fundamentação jurídica, pois o próprio estatuto do PSB traria que o formato de escolha de um candidato deveria ser através de convenção. O modo de votação aberta utilizado na prévia também foi questionado pelo parlamentar.

Majeski reafirmou seu apoio a Renato Casagrande (Foto: Thiago Coutinho/AT)
Majeski reafirmou seu apoio a Renato Casagrande (Foto: Thiago Coutinho/AT)
“Sou um grande defensor de voto aberto na Assembleia, nas câmaras, no Congresso, porque um parlamentar não se autorrepresenta. Filiados não, eles se autorrepresentam, porque eles têm que expor o seu voto? Isso me parece coação”, apontou Majeski.

O presidente do PSB de Vitória, Juarez Vieira, rebateu o parlamentar garantindo que a prévia tem respaldo jurídico.

“O Sergio Majeski tem todo o direito de fazer as colocações. A militância já vinha cobrando tomar uma decisão, de fazer essa escolha. Fizemos uma consulta ao tribunal e ele reconhece a prévia”, diz.

Majeski também cobrou posicionamento do PSB quanto à atual administração da Prefeitura de Vitória, do qual o partido faz parte, e cujo prefeito Luciano Rezende (Cidadania) já tem seu candidato a sucessão: o deputado estadual Fabricio Gandini.

“Qual o projeto do PSB para Vitória? No que o PSB está insatisfeito com a atual administração?”.

Sérgio Sá respondeu ao questionamento: “Não seremos oposição. Sou vice-prefeito, tenho mandato, vou discutir a cidade, vou apresentar as propostas que entendo ser as mais acertadas”, garante.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados