search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Prioridades para novos gestores vão além de apenas administrar
Tribuna Livre

Prioridades para novos gestores vão além de apenas administrar

A disputa eleitoral já passou, portanto, sabemos temos definida parte dos próximos gestores municipais. Como faz parte do jogo democrático alguns ganham e outros perdem, que essa lógica seja valorizada e respeitada. Por isso quem venceu deverá ter a hombridade de governar para todos e quem perdeu, deve se preparar para daqui quatro anos buscar uma nova oportunidade. O que não vale é desmerecer a democracia!

Governar um município não deve ser uma tarefa fácil, principalmente num País que vive uma crise das mais diversas: política, econômica, social, de princípios e valores. Mas governar é preciso e quem se dispôs a fazê-lo deverá buscar o êxito de suas ações.

Portanto a meta deve ser um governo que busque se prioridades dos munícipes, uma gestão que saiba gastar os recursos públicos com eficiência e objetividade, naquilo que realmente se torna mais necessário.

Alguns pontos não têm como ficar de fora: melhoraria na qualidade da educação, primordial para o desenvolvimento das pessoas e do País; criar sistema de saúde que incentive a prevenção; melhorar as questões sanitárias e ambientais; estimular o turismo e atividades culturais, pois elas são meios de atração de recursos. Enfim, inúmeras são as possibilidades para fomentar uma boa gestão.

O que não se pode fazer é vivenciar a cultura dos interesses pessoais e de grupos de apoiadores.

Essa sim precisa ser extirpada da vida política. Chega de licitação direcionada; de gastos desnecessários; de cabides de emprego; de fazer da máquina pública uma extensão da vida privada; entre tantas outras coisas.

A população precisa de governos que busquem resolver suas prioridades básicas. Quando digo resolver não me refiro à velha máxima de “dar o peixe”, mas sim de “ensinar a pescar”. Não queremos um governo que só “cuide” do pobre, mas que tenha como meta acabar com a pobreza, algo totalmente diferente. A população precisa de governo que saiba se desfazer dos “ratos”, travestidos de aliados, que só pensam a administração pública como uma chave para se chegar aos cofres públicos.

A população precisa de alguém que tenha a coragem de bater no peito e propor a mudança da lógica destruidora em que se transformou a política brasileira. Lógica destruidora de recursos públicos. O agente público precisa evitar a todo custo a corrupção, precisa ter transparência em seus atos, afinal o governante está lidando com algo que é público e não pessoal.

Precisamos de um governante que tenha sensibilidade para com o próximo, que enxergue as pessoas como seres humanos e não como eleitores, apenas. Como toda eleição, a esperança se renova, que este dia comece a partir de 1º de janeiro. O que não é mais admissível é viver num País rico com terríveis mazelas sociais.


Walber Gonçalves de Souza é professor e escritor.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Nova proposta na Câmara sobre prisão em segunda instância

Está em tramitação, na Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 199/19 sobre prisão após segunda instância. O Código de Processo Penal (CPP), em 2011, sofreu radical …


Exclusivo
Tribuna Livre

Nova lei facilita a recuperação judicial de empresas

Sancionada pelo Presidente da República no dia 24 de dezembro de 2020, a Lei 14.112 passará a vigorar a partir do próximo dia 23 de janeiro. A nova legislação visa a atualizar as regras relativas à …


Exclusivo
Tribuna Livre

Apoio e dedicação são aliados na batalha contra o câncer

O diagnóstico de uma doença grave traz consigo uma diversidade de sentimentos confusos e de forte impacto emocional, não apenas para o paciente como também para familiares e pessoas mais próximas. É …


Exclusivo
Tribuna Livre

Viagens de ônibus mais seguras e sustentáveis

O Espírito Santo é um estado marcado intimamente pela presença do modal rodoviário. A conexão entre os municípios capixabas, aquela que une cada ponto do Estado, é feita pelo modal rodoviário. Hoje, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Novas tendências no atendimento ao cliente na internet

A transformação digital é assunto que continua pautado em 2021. Isso porque a pandemia fez explodir a necessidade das empresas de estar próximo dos clientes, mesmo em um período de isolamento social. …


Exclusivo
Tribuna Livre

A pandemia da Covid e a utopia do filme “Independence Day”

Quando eu tinha 16 anos, um filme me marcou de maneira muito específica, onde o mundo se unia para combater uma ameaça extraterrena, a produção era o Independence Day. Ao contrário da maioria, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Vacinação é direito fundamental

A Constituição brasileira de 1988 assegura em seu Art. 5º, caput, a inviolabilidade do direito à vida. Certamente, o desejo do legislador constituinte originário, afinado com a Declaração Universal …


Exclusivo
Tribuna Livre

Mandamos a Ford embora

O Brasil caiu 15 posições no Doing Business 2020 – ranking do Banco Mundial que analisa o ambiente regulatório e a facilidade para se fazer negócios. Entre 190 economias, o País caiu da 109ª para …


Exclusivo
Tribuna Livre

O que aconteceu e o que ainda nos aguarda no mundo digital

Vivenciamos a primeira pandemia da humanidade em uma era digital. Esse trágico evento, apesar de ainda não ter acabado, já transformou definitivamente muitos hábitos e principalmente digitalizou …


Exclusivo
Tribuna Livre

Após as eleições, ficaremos de braços cruzados?

Com o término das eleições, quase tudo volta ao normal. Para alguns, a felicidade ainda está estampada com sorrisos e abraços por terem conseguido o tão almejado cargo de representantes do povo …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados