X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Secretário de Saúde vai entrar com processo contra deputado estadual

| 16/06/2020 18:20 h | Atualizado em 16/06/2020, 18:35

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, vai entrar com um processo contra o deputado estadual Capitão Assumção (Patriota) após o parlamentar proferir xingamentos contra ele e também acusá-lo de não ter feito Medicina. As críticas têm sido feitas durante as sessões da Assembleia Legislativa e também em postagens publicadas nas redes sociais.

O embate se instalou após seis parlamentares, entre eles Assumção, terem feito uma visita surpresa ao Hospital Dório Silva, na Serra, na última sexta-feira, para averiguar as condições de trabalho dos profissionais de saúde, possível falta de EPIs e remédios e outras denúncias relacionadas ao combate à pandemia do novo coronavírus. O deputado do Patriota alega que não entrou no hospital, ficou no estacionamento.

Imagem ilustrativa da imagem Secretário de Saúde vai entrar com processo contra deputado estadual
Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) diz que Nésio é médico com registro ativo junto ao Conselho Regional de Medicina, tendo se graduado na Escola Latino-Americana de Medicina, em Cuba, e revalidado o seu diploma pela Universidade Federal de Minas Gerais, mediante aprovação no Exame de Revalidação. “Portanto, é difamatória a ilação feita pelo parlamentar a esse respeito”.

A secretaria também rebate as críticas feitas pelo parlamentar sobre as políticas públicas adotadas pela Sesa no enfrentamento ao novo coronavírus.

“Quanto a detração relacionada a gestão da Sesa, o secretário avalia que as críticas fazem parte do processo democrático, porém discorda das opiniões do deputado, na medida em que as decisões tomadas pelo Governo do Estado foram fundamentais para preservar vidas, reduzir o ritmo de contágio da doença e para assegurar o atendimento às pessoas, mesmo diante de um cenário complexo em termos sanitários e tumultuado do ponto de vista político”, diz trecho da nota.

A Sesa conclui acusando o deputado de quebrar o decoro: “A postura do parlamentar foge da seara do debate republicano e quebra o decoro, usando ofensas e mentiras para atacar a honra de um médico gestor público. Diante disso, o secretário Nésio tomará as medidas legais cabíveis para preservar a sua reputação, bem como para coibir a propagação de fakenews, que confundem e enganam a população”. A ação ainda não foi protocolada, pois o advogado está preparando a peça, segundo a assessoria da Sesa.

RESPOSTA DO PARLAMENTAR

A reportagem do Tribuna Online entrou em contato com o deputado Capitão Assumção, que não deu entrevista, mas encaminhou uma nota. No texto, o parlamentar confirma que esteve no Hospital Dório Silva para uma “inspeção”, mas ficou do lado de fora.

Na edição do jornal A Tribuna desta terça-feira (16), na coluna Plenário, foi divulgado em primeira mão que o deputado está com sintomas de Covid-19. Ele fez o exame de coronavírus e aguarda resultado para esta quarta-feira (17).

Na nota enviada à impresa, Capitão Assumção declara que “integrou ao grupo de parlamentares que foram até o Hospital Dório Silva, na última sexta-feira (12), mas em nenhum momento ele entrou no local para fazer a inspeção dentro do hospital juntamente com os outros deputados por já estar com sintomas do covid-19”.

Ainda segundo a resposta da assessoria, “durante todo o tempo da inspeção Capitão Assumção permaneceu utilizando máscara de proteção e ficou no estacionamento do Dório Silva, local onde não teve contato próximo com qualquer pessoa”.
O parlamentar finaliza dizendo que “qualquer manifestação contrária aos reais fatos ocorridos relacionado à inspeção, o parlamentar poderá responsabilizar civil e criminalmente o autor”.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS