X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Reajuste de 3,5% para os servidores públicos é aprovado na Assembleia

| 09/12/2019 15:55 h | Atualizado em 10/12/2019, 07:29

Os deputados estaduais aprovaram o projeto de Lei 974/2019, enviado pelo Governador Renato Casagrande (PSB), que reajusta os salários dos servidores públicos em 3,5%. O projeto foi aprovado por unanimidade, em votação simbólica, na tarde desta segunda-feira (09).

O reajuste será retroativo a 1º de dezembro.

Na mensagem que encaminhou a Assembleia Legislativa, o governador informou que o reajuste seria aplicado sobre vencimentos, subsídios e soldos, para servidores da ativa (comissionados, efetivos, voluntários e designção temporária), aposentados e pensionistas. O reajuste para os 92.997 servidores irá gerar um acréscimo nas despesas de R$ 198.394.055,97.

"A proposta foi elaborada no intuito de propiciar o equilíbrio econômico, de modo a amenizar perdas salariais, decorrentes da inflação, esttando a medida alinhada com a política de valorização dos servidores públicos, e dentro do limite da capacidade financeira do Estado, respeitando e mantendo o equilíbrio fiscal e solidez das contas públicas", apontou o governador em sua mensagem.

Plenário da Assembleia: maioria dos deputados ouvidos pela reportagem preferiu não opinar ainda sobre os projetos
Plenário da Assembleia: maioria dos deputados ouvidos pela reportagem preferiu não opinar ainda sobre os projetos |  Foto: Beto Morais/ Arquivo AT/ 23/03/2018

Também foram aprovados os reajustes para os servidores da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, Tribunal de Contas do Estado (ativos e inativos), Procurador - Geral de Justiça e Ministério Público do Estado. O aumento será de 3,5%

Reajustes para Governador e vice têm votos contrários

Na mesma sessão, os deputados avaliaram o projeto que reajusta os salários para o Governador, vice-governador e secretários estaduais. O projeto também foi aprovado, mas contou com quatro votos contrários: Carlos Von (Avante), Sérgio Majeski (PSB), Vandinho Leite (PSDB) e Capitão Assumção (PSL).

Com o reajuste, os salários passam para R$ 23.803,68 (governador), R$ 21.628,08 (vice-governador) e R$ 18.940,56 (secretários).

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS