X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Política

Ministério da Justiça autoriza apoio da Força Nacional na posse de Lula

A portaria com a decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta (28)


Imagem ilustrativa da imagem Ministério da Justiça autoriza apoio da Força Nacional na posse de Lula
Força Nacional em Cariacica, rodando pelo bairro Padre Gabriel |  Foto: Dayana Souza/AT - 30/08/2019

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF) "nas atividades de escoltas, por ocasião da Operação Posse Presidencial 2023, em caráter episódico e planejado, no período de 27 de dezembro de 2022 a 2 de janeiro de 2023".

A portaria com a decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU), desta quarta-feira (28), e é assinada pelo ministro substituto da pasta, Antonio Ramirez Lorenzo.

No domingo, 1º de janeiro de 2023, o presidente eleito e diplomado da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tomará posse para um terceiro mandato à frente da Presidência do País. Ele assume no lugar do presidente derrotado nas urnas Jair Bolsonaro (PL).

"A operação terá o apoio logístico do órgão demandante, que deverá dispor da infraestrutura necessária à Força Nacional de Segurança Pública", diz o ato. "O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça e Segurança Pública", acrescenta.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: