X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Estados têm recursos e poderão comprar a vacina chinesa, diz Mourão

| 22/10/2020 13:49 h | Atualizado em 22/10/2020, 14:03

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, entrou na polêmica sobre a possível compra da candidata a vacina contra a covid-19, produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantã. A polêmica começou quando Bolsonaro contrariou a decisão do Ministério da Saúde, que havia assinado um protocolo de intenções para a compra da vacina, desde que ela seja aprovada.

Mourão endossou a fala de Bolsonaro e criticou os Estados, que condenaram a posição do presidente.

Para o vice-presidente, os Estados possuem dinheiro e autonomia para comprar as vacinas.

"Todo mundo pode comprar. O estado pode comprar, os estados né, eles tem recurso também. Desde que a Anvisa certifique. A Anvisa só vai certificar aquilo que está comprovadamente testado”, afirmou Mourão.

Vice-presidente Hamilton Mourão
Vice-presidente Hamilton Mourão |  Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS