Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Eleição para Amunes terá candidato único

| 11/03/2021 15:50 h

O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho (PSB) foi o único candidato à presidência da Associação dos Municípios do Estado (Amunes) a se inscrever, na quarta-feira (10), no último dia para registros de chapas.

A documentação foi recebida pelo atual presidente, Gilson Daniel (Podemos). A eleição ocorre no próximo dia 31, no Centro de Convenções de Vitória, onde Victor e a nova diretoria também serão empossados. Como só houve uma chapa inscrita, a votação será simbólica.

“Penso que tenho muito a contribuir com os meus colegas gestores, a partir dos desafios enfrentados e da experiência adquirida à frente de uma cidade complexa como Cachoeiro de Itapemirim. Da mesma forma que meu aprendizado com os municípios será de grande importância para o futuro de minha cidade, uma vez que há prefeitos que somam vários mandatos e experiência política”, disse o futuro presidente da associação.

Victor está em seu segundo mandato à frente de Cachoeiro, sendo reeleito com mais de 53% dos votos. Além dele, que encabeça a chapa batizada de “Unidos pelo ES”, a diretoria-executiva tem como vice-presidente o prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo (Republicanos); além dos prefeitos Jailson Quiuqui (Cidadania), de Águia Branca, como secretário; e Wanderson Bueno (Podemos), de Viana, como tesoureiro.

Victor Coelho (ao centro, à esquerda) entrega o registro de candidatura ao atual presidente, Gilson Daniel
Victor Coelho (ao centro, à esquerda) entrega o registro de candidatura ao atual presidente, Gilson Daniel |  Foto: Divulgação/Amunes

A chapa de consenso foi estabelecida após diálogo entre os chefes de Executivo. “Neste momento é muito importante não ter divisão entre os prefeitos. Por isso o nome da nossa chapa, por reconhecer a importância de caminharmos todos numa mesma direção. Acredito que, unidos, podemos alcançar mais rapidamente nossos objetivos”, afirmou Victor Coelho.

Do partido do governador Renato Casagrande, o prefeito cachoeirense teria recebido a bênção do próprio chefe do Executivo estadual para comandar a entidade até o final de março de 2023, quando se encerrará a sua gestão.

“O governador Renato Casagrande é um gestor democrático e acessível. Acredito que continuaremos tendo avanços nas mais diversas pautas, projetando o Estado para o desenvolvimento, principalmente quando a pandemia estiver controlada e retornarmos ao crescimento em todas as regiões”, concluiu.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS