X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Política

Da cadeia, Armandinho Fontoura pede prisão de vereador de Vitória

Defesa do parlamentar afastado protocolou queixa-crime pedindo a prisão de Luiz Emanuel Zouain por supostos crimes contra a honra



Imagem ilustrativa da imagem Da cadeia, Armandinho Fontoura pede prisão de vereador de Vitória
Armandinho quer indenização de R$ 50 mil de Zouain |  Foto: Divulgação

A defesa do vereador afastado Armandinho Fontoura (sem partido) está processando o também vereador de Vitória, Luiz Emanuel Zouain (Republicanos), alegando que o parlamentar cometeu crimes contra a honra de Armandinho na tribuna da Câmara e nas redes sociais. 

A queixa-crime foi protocolada no Fórum Criminal de Vitória. O documento elaborado pela defesa de Armandinho, no qual A Tribuna teve acesso, pede que Zouain seja afastado das funções como membro da corregedoria da Casa e que haja investigação contra o vereador. 

Leia mais notícias de Política aqui

Caso a investigação confirme os supostos delitos, o documento sugere que Zouain seja preso. Além disso, a defesa de Armandinho ainda pede uma indenização de R$ 50 mil por conta dos ataques à honra sofridos pelo parlamentar afastado.

A defesa de Armandinho, representada pelo advogado Carlos Zaganelli, argumenta que Zouain proferiu na Câmara de Vitória e nas redes sociais insultos à honra de Armandinho, o chamando de “condenado”, por exemplo.

“O vereador  Zouain proferiu contra Armandinho diversas palavras ofensivas, injuriosas e caluniosas. Ele chamou   meu cliente de bandido, algo que ele não é, já que não foi condenado a nada”, afirmou Zaganelli.

Ainda, de acordo com o advogado, Armandinho continua preso por conta de uma determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).

“É uma determinação do ministro Alexandre de Moraes. É uma prisão provisória e cautelar. O ministro nunca condenou meu cliente a nenhum crime”, justificou. 

Segundo a defesa, se Armandinho está preso por “atacar a honra” de autoridades, Zouain deveria ser preso pelo mesmo motivo.

A reportagem entrou em contato com   Zouain, que comunicou que ainda não foi notificado a respeito do processo e que, no momento, não tem nada a comentar.

Armandinho está preso desde 15 de dezembro em uma penitenciária de Viana. Ele é suspeito de participar de milícias digitais e ter atacado o Estado Democrático de Direito.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: