X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Política

Corregedor vota pela inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

Sessão foi suspensa na noite desta terça e será retomada na quinta-feira, às 9h


Imagem ilustrativa da imagem Corregedor vota pela inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro
|  Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

Já passava das 22h desta terça-feira (27) quando o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Benedito Gonçalves, votou pela inelegibilidade por 8 anos do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) por abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral. 

Bolsonaro é alvo de uma ação que contesta uma reunião com embaixadores feita em 18 de julho de 2022 em que o então mandatário fez uma série de ataques ao sistema eleitoral e às urnas eletrônicas.

Apesar de ter votado pela inelegibilidade do ex-presidente, o ministro deixou de fora da condenação o candidato a vice-presidente na chapa de Bolsonaro, Walter Braga Netto, pela ausência de responsabilidade.

Após o voto do corregedor-geral, a sessão foi suspensa devido ao "adiantado da hora" e será retomada às 9h da próxima quinta-feira (29).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: