X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Colnago sai do PSD após quatro meses no partido

O ex-vice-governador chegou a ser presidente estadual do partido

Rodrigo Perét, Do Jornal A Tribuna | 29/07/2022 16:15 h

O ex-vice-governador César Colnago pediu desfiliação do Partido Social Democrático (PSD), legenda que abriga o pré-candidato ao governo estadual e ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon, apenas quatro meses depois de ter se filiado.

Cesar Colnago, ex-deputado
Cesar Colnago, ex-deputado |  Foto: Arquivo/AT
  

A informação foi confirmada pela assessoria de Colnago. “Ele deixou o partido em respeito à história política que ele construiu, e fará um pronunciamento em breve sobre o tema”, informou a assessoria.

Colnago se filiou em março deste ano se colocando como pré-candidato ao governo, ao mesmo tempo em que Zanon chegava ao partido também como pré-candidato ao mesmo cargo.

O ex-vice-governador chegou a ser presidente estadual do partido e a dizer que o candidato da sigla seria definido após uma prévia interna.

Porém, foi perdendo força internamente com rapidez. De pré-candidato ao governo, passou a dizer que disputaria o Senado. Depois, deixou o comando do partido, presidido agora por Neivaldo Bragato. Agora, a tendência é que, sem partido, não dispute as eleições de 2022.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS