X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Candidatura de Meneguelli será retirada e Erick Musso deve disputar o Senado

As modificações na chapa do Republicanos devem ser oficializadas nesta quinta (28)

Rodrigo Perét, Do Jornal A Tribuna | 28/07/2022 14:35 h

O Republicanos realizou na manhã desta quinta-feira (28) uma reunião no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (Republicanos) e decidiu: Musso não será mais pré-candidato ao governo estadual, e Sergio Meneguelli não disputará mais o Senado. 

A reunião contou com a participação de uma série de lideranças do partido, inclusive o prefeito de Vitória Lorenzo Pazolini, que postou foto ao lado de Meneguelli e Erick Musso com a frase “Tempo de União”.  A informação do conteúdo foi obtida por fontes ligadas ao partido que não quiseram se identificar. Erick Musso e Sergio Meneguelli não se manifestaram ao serem procurados para confirmar as informações. 

Dias atrás, o ex-prefeito de Colatina Sergio Meneguelli chegou a publicar vídeo onde se mostrava bastante nervoso com a possibilidade ser “rifado”. Ele chegou a dizer que o presidente nacional da sigla era um homem de palavra e que confiava nele para manter sua pré-candidatura ao Senado. Agora, fala-se que Meneguelli poderia compor a chapa para deputado federal da sigla. 

As modificações na chapa do Republicanos devem ser oficializadas nesta quinta (28), ao final da tarde, durante coletiva de imprensa que Erick Musso fará ao lado do deputado federal Felipe Rigoni (União Brasil), que na tarde desta quarta (27) já havia anunciado sua desistência de disputar o governo estadual. Rigoni tentará a reeleição, e Erick anunciará se disputa o Senado, a Câmara Federal, ou a reeleição. Vale lembrar que o atual presidente da Assembleia Legislativa já havia anunciado, em sessão da Casa que preside, que não disputaria a reeleição em 2022. 

A tendência é que Erick Musso anuncie que disputará o senado ou de forma avulsa ou apoiando um pré-candidato junto com o União Brasil. Esse apoio, segundo informações de bastidores, seria dado ao ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon (PSD). Nesta conjuntura, Musso seria o nome da chapa para o Senado, enquanto o União Brasil indicaria um nome para vice-governador.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS