search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Policial militar é preso suspeito de tráfico internacional de armas

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Policial militar é preso suspeito de tráfico internacional de armas


Armas apreendidas durante operação  (Foto: Divulgação Polícia Federal)
Armas apreendidas durante operação (Foto: Divulgação Polícia Federal)

Um soldado da Polícia Militar foi preso durante uma operação da Polícia Federal, na manhã desta terça-feira (24), em Bento Ferreira, Vitória. Ele, que é lotado no 7º Batalhão (Cariacica) é suspeito de tráfico internacional de armas de fogo e munições.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram em setembro de 2019, quando um jovem, de 21 anos, morador de Cariacica, foi preso em flagrante tráfico internacional de armas, em uma operação realizada pelas polícias Militar e Rodoviária Federal (PRF), em Mimoso do Sul.

Munições apreendidas (Foto: Divulgação Polícia Federal)
Munições apreendidas (Foto: Divulgação Polícia Federal)
Com o suspeito, foram apreendidas seis pistolas, munições, carregadores de pistolas e seletor de tiro "modo rajada", que estavam escondidos em um fundo falso no tanque de combustíveis de uma moto Honda CG 125.

As primeiras informações obtidas pela PF indicavam que as armas de fabricação estrangeira tinham origem no Paraguai e seriam entregues no bairro Graúna, em Cariacica. O andamento das investigações apontou que o jovem preso foi buscar as armas à pedido do soldado da PM.

A operação realizada nesta terça contou com apoio da Corregedoria da Polícia Militar. Segundo a PF, o soldado estava afastada do trabalho por conta de uma licença médica.

A operação foi batizada como "Imprudente", porque, de acordo com a Polícia Federal, o suspeito percorreu de moto a distância entre Cariacica a Foz do Iguaçu (PR) em tempo bastante reduzido, atingindo velocidade sempre muito acima do permitido nas rodovias.

A pena para o tráfico internacional de armas e munições pode chegar a 16  anos de prisão.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados