search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Policial grava vídeo para comemorar cura, mas morre por complicações da Covid

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Policial grava vídeo para comemorar cura, mas morre por complicações da Covid


Frame do vídeo gravado pelo policial no hospital; e um registro em um dia de trabalho (Foto: Reprodução/Redes Sociais)Frame do vídeo gravado pelo policial no hospital; e um registro em um dia de trabalho (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Chamado de "Sombra" por amigos e familiares, o cabo da Polícia Militar Marcos Pereira Vieira, de 46 anos, é mais uma vítima do novo coronavírus (Covid-19). Ele, que era bispo em uma igreja evangélica, chegou a gravar um vídeo comemorando a saída da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas devido a complicações da doença, acabou morrendo na manhã desta sexta-feira (7). 

Na gravação, o cabo aparece com um avental de hospital, máscara e o que parece ser uma mangueira de oxigênio.

"Deus nos honrou, da morte para a vida. Deus nos arrancou da sepultura, Ele fechou a sepultura. E para a glória do Senhor Jesus hoje nós saímos daquela UTI, estamos no quarto e daqui a alguns dias vamos receber alta para juntos celebrarmos a vitória do Senhor nas nossas vidas. Amo vocês", diz o policial no vídeo.

Marcos atuava no 12° Batalhão de Polícia Militar, em Linhares, mas morava em Colatina, onde vai ser sepultado, ainda nesta sexta. 

Em suas redes sociais, a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado (ACS) lamentou a morte do associado.

"A ACS comunica com grande pesar, o falecimento do irmão de farda e nosso associado, Cabo Marcos Pereira Vieira. Extremamente querido por todos que o conheceram, será sempre lembrado com carinho por sua dignidade, honestidade e exemplo de ser humano e militar. Pedimos a Deus que conforte os corações e espíritos daqueles próximos ao Cb Marcos Vieira e que possam encontrar forças para continuar", diz um trecho da nota de pesar. 

Em entrevista ao Tribuna Online, o presidente da ACS, o cabo Eugênio, informou que a assistente social da associação e a própria entidade estão em contato com a família do militar para prestar a assistência necessária. 

Marcos também era bispo em uma igreja evangélica, em Colatina. Após o anúncio da morte do militar, a congregação fez uma homenagem a ele, em sua conta no Instagram. "Foi capaz de cuidar das nossas feridas, sentir nossas dores e nos amar incondicionalmente', diz a legenda.

O cabo da Polícia Militar deixa a mulher e dois filhos.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.