X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Veículos comprados com o dinheiro do tráfico somam mais de R$ 300 mil

| 17/08/2021 16:38 h

Dinheiro em espécie para compras
Dinheiro em espécie para compras |  Foto: Divulgação/MPES

O dinheiro com venda das drogas por integrantes do PCV eram bem aproveitados pelos criminosos. Só carros e motos, a facção gastou, entre os anos de 2015 a 2020, mais de R$ 300 mil.

Para não chamar a atenção da polícia, a maioria dos veículos tinha sua titularidade transferida a cada ano. Um dos carros adquiridos com o dinheiro do crime teve sua titularidade trocada três vezes.

Entre os modelos comprados pelos bandidos, segundo revela a denúncia feita pelo MPES, destacam-se Chevrolet Cruze LT, avaliado em R$ 140 mil.

Advogadas

Duas advogadas foram denunciadas pelo MPES, acusadas de participarem do megaesquema de lavagem de dinheiro do PCV. Uma delas é a mulher de Beto, de 38 anos, responsável pela parte financeira da facção. A outra, é irmã dela, uma jovem de 32 anos. O MPES pediu instauração de processo disciplinar à OAB-ES.

Imóvel da organização alugado para templo religioso

Até uma igreja foi usada pelos integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCV) para despistar a polícia. De acordo com o Ministério Público, só o lote onde o monumento está instalado custou para a facção R$ 60 mil, que foram pagos em espécie para o proprietário.

No local, foi construído um prédio que, segundo fontes ligadas às investigações, foi alugado para uma igreja evangélica. A compra do imóvel foi citada por Marujo, em julho de 2019, em uma mensagem enviada a Beto. A mensagem foi interceptada durante uma das fases da Operação Armistício.

“O corre dos R$ 70 mil aceitamos os R$ 10 mil e topamos os R$ 60 mil que vai ser comprado a igreja”, disse o bandido em um dos trechos.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS