X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

TV Tribuna entrevista testemunha que presenciou socorro a jovem atacado em praia

Testemunha afirma que viu casal entrando no Morro Jesus na noite em que jovem teve seu abdômen cortado

Redação Tribuna Online, com informações de Suzy Faria | 02/02/2022 18:43 h | Atualizado em 02/02/2022, 19:51

Testemunha presenciou o casal chegando na Praia do Ermitão
Testemunha presenciou o casal chegando na Praia do Ermitão |  Foto: Reprodução Redes Sociais e TV Tribuna/SBT
 

O Tribuna Notícias 1ª Edição, exibido pela TV Tribuna / SBT nesta quarta-feira (02), exibiu com exclusividade uma entrevista com uma testemunha que estava na noite do dia 15 de janeiro, no Morro Jesus, na Praia do Ermitão, onde um jovem foi atacado e teve seu abdômen cortado em Guarapari. O jovem, um universitário de 21 anos, estava acompanhado de sua namorada e, por meio de seus advogados, afirmou que pode ter sido vítima tentativa de latrocínio.

Esta testemunha, que pediu à TV Tribuna para não ser identificada, disse ter presenciado o momento em que os jovens sobem ao Morro Jesus, na Praia do Ermitão, na noite do dia 15, e também os momentos de aflição da namorada do jovem e da mãe dela em busca de ajuda, já na madrugada do dia 16. 

Já pela manhã, a testemunha presenciou uma equipe transportando o universitário em um quadriciclo até a ambulância do Samu.

“Naquele dia, como de costume eu vi um movimento na areia, sempre tem alguns movimentos na areia. Essa senhora estava desesperada de um lado ao outro e subiu o Morro Jesus atrás de alguém, mas eu não sabia quem era. Ela pegou o celular, alguém ligou pra ela, pegou o celular e ficou desesperada. Isso era entre 1h30 a 2 da manhã", contou.

Já pela manhã, a testemunha contou que a mulher, que teria se identificado como mãe da jovem que acompanhava o universitário, afirmou que estava precisando de ajuda. A testemunha então questionou o porquê da mulher não ter pedido ajuda a uma viatura da polícia, que teria passado duas vezes pela região.

A testemunha disse ainda que reparou que a jovem estava com a roupa machada de sangue e com respingos no corpo. "Aparentemente eu não vi machucado nenhum nela", contou.

Por fim, a testemunha disse que o Samu entrou no parque, já pela manhã, até que removeram o jovem em um quadriciclo, por conta da dificuldade de acesso ao local. 

Polícia segue investigando

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarapari segue investigando o caso. Por meio do advogado Lécio Machado, o jovem afirmou que foi vítima de uma tentativa de latrocínio – roubo seguido de morte. “Machucaram a menina que estava comigo e também me feriram muito no rosto e me cortaram no abdômen. Além disso, também levaram o meu celular e o dinheiro que ela carregava.”, escreveu em uma rede social.

O rapaz foi encontrado com a barriga aberta, após sofrer um corte profundo na barriga, a ponto de ser possível visualizar seus órgãos. O universitário foi removido para um pronto socorro da cidade e depois transferido para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência de Vitória (São Lucas).

Ele foi operado e precisou retirar parte do intestino. Hoje, ele está em um hospital particular na Serra, onde segue internado já com alta da UTI.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS