X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Troca de tiros em Nova Almeida: Militar foi ferido em confronto com criminosos

Por causa do confronto, os bairros ficaram sem ônibus e as escolas sem aulas

Taynara Nascimento, do jornal A Tribuna | 27/07/2022 23:00 h

Moradores e comerciantes dos bairros Nova Almeida e Parque das Gaivotas, na Serra, viveram uma quarta-feira de caos, com duas mortes, um militar baleado, quatro presos, confrontos armados à luz do dia, escolas sem aulas, bairros sem ônibus e até um carro de um advogado roubado e jogado dentro de um rio.

Tudo começou por volta das 8 horas, em Parque Das Gaivotas, na Avenida Soldado Dovalcir Octávio Bispo, próximo a escola EMEF Prof. Darcy Ribeiro e do CMEI Guiomar Araújo Bulhões, quando segundo a Polícia Militar, houve denúncias de que foragidos envolvidos com tráfico de drogas de Vitória, especificamente do Morro do Macaco, estariam levando armamentos de grosso calibre para o bairro.

Após a denúncia, uma equipe da PM avistou seis indivíduos em frente ao Hortifruti, que fugiram antes mesmo de ser dada a voz de abordagem, um desses indivíduos, fugiu de bicicleta, mas próximo a rua Itapemirim, abandonou o veículo e recebeu uma  voz de abordagem. 

O homem então desobedeceu os militares e continuou fugindo a pé, sendo visualizado com uma pistola cromada na sua cintura, segundo a polícia. Foi dada ordem para que ele dispensasse a arma e se entregasse, mas Jeferson da Silva Oliveira teria ameaçado atirar contra os militares. 

Segundo o Capitão Davilla, da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar, Jeferson é um dos chefes do tráfico local. “Ele já é conhecido da guarnição, e vendo que seria alcançado pelos militares, sacou uma arma, mas para cessar, um policial realizou um disparo que acabou atingido”, disse o capitão.   

O disparo  transfixou a região do tórax de Jeferson que foi encontrado com uma pistola cal.380 e 19 munições do mesmo calibre. Militares chegaram a levá-lo ao Hospital Jayme dos Santos Neves, mas não resistiu e morreu.

Já por volta das 10h50, em retaliação a morte de Jeferson, criminosos começaram a impor um toque de recolher em Nova Almeida. Um vídeo gravado por um dos comerciantes mostra o momento em que criminosos ordenam que o comércio feche as portas.  

Com o Toque de recolher e uma manifestação começando foram acionados: Guarda Civil Militar da Serra, Batalhão de Missões Especiais (BME), Regimento de Polícia Montada da PMES (RPMont), o Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar e policiais da Força Tática.  

Durante um cerco policial, criminosos tentaram assaltar um policial à paisana, foi quando uma perseguição começou e o militar foi baleado na mão. Após o confronto, o militar, com a ajuda de outro militar a paisana conseguiu prender o suspeito. 

Ao mesmo tempo, um confronto aconteceu na praça Central de Nova Almeida e um homem veio a óbito. Devido aos confrontos, escolas da região ficaram sem aula e alunos chegaram a ficar encurralados na escola por quase três horas, só conseguiram sair após escolta da PM e da Guarda. Além disso, os ônibus também deixaram de circular na região. 

A Polícia Civil informa que o caso registrado no bairro Parque das Gaivotas, na Serra, seguirá sob investigação do Serviço de Investigações Especiais (SIE), que investiga ocorrências envolvendo agentes de segurança. O corpo do suspeito foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares. A arma do suspeito, que foi apreendida durante a ocorrência, será encaminhada para o setor do Departamento de Criminalística - Balística, juntamente com as munições. 

O homicídio registrado no inicio da tarde no Centro de Nova Almeida, na Serra, será investigado por meio da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra e até o momento nenhum suspeito foi detido. O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal de Vitória para ser necropsiado e após ser liberado para os familiares. 

Durante a tarde desta quarta-feira (27), dois suspeitos, de 19 e 22 anos, foram encaminhados para Delegacia Regional de Serra. Os dois foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio qualificada contra agente de segurança pública no exercício da função. O suspeito de 22 anos será encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. Já o de 19 anos, segue sob escolta policial no Hospital e assim que receber alta médica vai ser encaminhado para o presídio.

Um suspeito, de 18 anos, detido no Parque das Gaivotas, possuía um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e será encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS