X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Terapeuta vira réu por estupro de vulnerável durante sessões

| 12/10/2020 10:48 h

O terapeuta Tadashi Kadomoto virou réu por estupro de vulnerável após a Justiça de São Paulo aceitar a denúncia feita pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP). Segundo a GloboNews, o acusado é conhecido como "guru da meditação na pandemia".

O terapeuta foi denunciado por uma ex-aluna e outras mulheres procuraram o canal para relatar que também foram vítimas de Kadamoto.

Ainda de acordo com a GloboNews, o réu atua há 30 anos nas áreas de hipnose, meditação, regressão e relaxamento.

Tadashi Kadomoto
Tadashi Kadomoto |  Foto: Reprodução/ TV Globo

O acusado usou as redes sociais, na madrugada desta segunda-feira (12), para negar os abusos e afirmar que se afastou das atividades. O terapeuta destacou ainda que está à disposição da Justiça.

Por meio de nota, a defesa do réu explicou que “em toda a sua reconhecida trajetória profissional, jamais recebeu solicitação de esclarecimento sobre qualquer fato e nenhuma denúncia formal até o momento".

Denúncia

Segundo informações da GloboNews, uma ex-aluna e paciente do acusado procurou o MPSP no final de 2019. Ela afirmou que foi vítima de abusos sexuais durante sete anos.

O terapeuta vai responder na Justiça por cinco estupros. Ele também foi acusado de lesão corporal grave por danos psiquiátricos causados a paciente.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS