X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Técnica de enfermagem é encontrada morta após sair para cobrar dívida

Ela estava desaparecida desde o último dia 27 de julho, quando saiu de casa para cobrar uma dívida

Larissa Maestri, com informações do G1 | 03/08/2022 15:22 h

Danyanne saiu de casa para encontrar homem que devia dinheiro a ela e desapareceu
Danyanne saiu de casa para encontrar homem que devia dinheiro a ela e desapareceu |  Foto: Acervo Pessoal
 

Nesta quarta-feira (03), Dayanne da Cunha Januário, de 35 anos de idade, que era técnica de enfermagem, foi encontrada morta, após uma semana desaparecida, em Brazlândia, no Distrito Federal. Segundo familiares, a mulher saiu de casa na última quarta-feira (27), no Riacho Fundo (DF), para tentar receber uma dívida de um conhecido. Após isso, a vítima não foi mais vista.

Dois suspeitos, de 24 e 26 anos, foram presos por envolvimento com o crime. O corpo de Danyanne foi encontrado em um terreno na região de chácaras do Incra, em Brazlândia. A polícia suspeita que ela tenha sido morta com um tiro na cabeça, no mesmo dia do desaparecimento. As informações são do g1.

O delegado do caso, Roney Teixeira e o irmão da vítima, Roosvelt Januário, confirmaram a informação sobre a localização do corpo. A família foi informada na manhã desta terça-feira (02) e estava a caminho do Instituto Médico Legal (IML), segundo o irmão de Dayanne. A vítima deixa dois filhos: um de 11 anos e outro de 13 anos.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, as apurações indicam que "a vítima estava envolvida com empréstimos financeiros. Os suspeitos eram captadores de clientes, de quem recebiam os valores e, posteriormente, repassavam para ela".

Ainda de acordo com a polícia, um dos suspeitos passou a ter problemas com os recebimentos e acumulou uma dívida de mais de R$ 35 mil com a vítima. No dia do crime, Danyanne se encontrou com os criminosos para receber parte da dívida, no Riacho Fundo I.

Durante o encontro, segundo a polícia, um terceiro homem teria se aproximado com arma em punho, e simulado um assalto. Esse suspeito ainda não foi identificado pelos investigadores. Eles afirmam que, em seguida, a vítima foi levada ao Incra e executada.

As investigações foram lideradas pela 29ª Delegacia de Polícia, no Riacho Fundo I. Os suspeitos foram autuados em flagrante por ocultação de cadáver e, segundo a polícia, serão responsabilizados também por homicídio qualificado e roubo de veículo.

No dia do desaparecimento, o carro da vítima foi flagrado por um radar, na BR-040, perto de Valparaíso, no Entorno do DF. Até esta quarta-feira, o veículo ainda não tinha sido encontrado. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS