Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Suspeito de mandar matar mulher e cachorro é preso no Rio de Janeiro

| 16/12/2019 18:16 h | Atualizado em 17/12/2019, 06:26

Ezequiel Schimidt Dias, o “Kel”, de 29 anos
Ezequiel Schimidt Dias, o “Kel”, de 29 anos |  Foto: Divulgação/PCES
O traficante Ezequiel Schimidt Dias, o “Kel”, de 29 anos, foi preso no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (12), após ser apontado pela Polícia Civil do Espírito Santo como chefe do tráfico de drogas em Alvorada, Vila Velha, e como mandante do assassinato de Lúcia Costa Dutra, de 55 anos, no dia 18 de agosto deste ano.

De acordo com a polícia, o crime foi cometido porque Kel acreditava que Lúcia passava informações sobre o tráfico do bairro para os policiais. 

Segundo a delegada Raffaella Almeida, titular da Delegacia Especializada de Proteção à Mulher (DHPM), o suspeito fugiu para o Rio depois da prisão de José Roberto Teodoro, o “Perna”, de 31 anos, no dia 26 de outubro, outro suspeito de envolvimento na morte de Lúcia.

As investigações mostraram que Perna era o braço armado de Kel, quem fornecia o armamento e organizava os ataques. “Assim que o Perna foi preso, o Kel já fugiu para o Rio. Na semana passada deslocamos uma equipe para lá e contamos com o apoio da Polícia Civil do Rio para realizar a prisão”, contou a delegada.

Na cidade do Rio, ele tinha um amigo, que também já foi do tráfico de Alvorada. Lá, eles estavam trabalhando como motoristas de van, sob nomes falsos. Por isso, Ezequiel estava dirigindo uma van, no Morro do Dendê, complexo de favelas do Rio de Janeiro, no momento da prisão.

Os agentes fizeram um cerco à van e cumpriram o mandado de prisão temporária do suspeito. Ele, que já está no presídio, vai responder por homicídio qualificado por motivo trope, impossibilidade de defesa da vítima e corrupção de menores.

Outros dois adolescentes, ambos de 17 anos, também já foram apreendidos pelo crime. Eles são acusados de executarem o assassinato. A operação que apreendeu os suspeitos aconteceu no dia 21 de agosto.

Assista ao momento da prisão do traficante:

Relembre o caso

Uma mulher, identificada pela polícia civil como Lúcia Costa Dutra, de 55 anos, foi encontrada morta dentro de casa na rua Cleto Correa Neto, que fica no bairro Alvorada, em Vila Velha. No local, que fica na parte alta do bairro conhecida como Grota, a polícia encontrou vários projéteis de arma de fogo.

Imagem ilustrativa da imagem Suspeito de mandar matar mulher e cachorro é preso no Rio de Janeiro

Os militares chegaram à casa dela - que fica no térreo de um sobrado - após uma denúncia feita pelos vizinhos, que escutaram os tiros na manhã deste domingo (18). A cena do crime indica que ela estava tomando café da manhã quando foi surpreendida pelo atirador, já que os policiais encontraram com ela um copo de leite com achocolatado. 

Um dos cães da vítima também foi assassinado e o outro ferido a tiros, mas sobreviveu. Os policiais entraram em contato com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Vila Velha para socorrer o animal.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS