Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Suposto líder da milícia é morto em confronto com a Polícia

| 16/10/2020 13:23 h

Carlos Eduardo Benevides Gomes, o Bené
Carlos Eduardo Benevides Gomes, o Bené |  Foto: Divulgação / PCRJ
Em menos de 24 horas, a Polícia Civil do Rio de Janeiro matou 17 suspeitos de integrar o chamado "Bonde do Ecko", uma milícia que atua na região da Baixada Fluminense. Dentre uma das vítimas, está o ex-policial militar Carlos Eduardo Benevides Gomes, o Bené, que seria o líder da milícia. Ele era um dos criminosos mais procurados do Estado.

As mortes foram registradas em dois confrontos entre milicianos e policiais. O último deles, na noite desta quinta-feira (15), em Itaguaí, 12 suspeitos foram mortos.

De acordo com a polícia, o grupo vinha sendo monitorado há duas semanas.

Ainda segundo a Polícia, Bené chefiava uma "franquia" do Bonde do Ecko em Itaguaí. Ele também teria sido o responsável por matar dois integrantes da organização criminosa por suspostamente usarem o nome do chefão da milícia, Wellington da Silva Braga o Ecko, para extorquir dinheiro de moradores em um condomínio do "Minha Casa, Minha Vida".

O crime foi testemunhado pelo ex-integrante da milícia André Vitor de Souza Corrêa, que deixou o grupo e denunciou o caso ao Ministério Público do Rio de Janeiro. Cinco meses depois, o corpo de André foi encontrado no porta-malas de um carro com marcas de tiro.

Confronto desta quinta

Segundo informações da polícia, o confronto ocorreu entre um comboio com quatro carros ocupados por milicianos e integrantes de uma força-tarefa formada pela Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal.

Os homens mortos estavam com granadas, pistolas, metralhadoras e munição e eram monitorados pela força-tarefa há 15 dias.

De acordo com informações do Bom Dia Rio, a força-tarefa foi formada para garantir a segurança das eleições municipais na Baixada Fluminense.

Os nomes dos mortos não foram divulgados. Um policial também ficou ferido durante a ação.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS