Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Servidor público pula da janela de prédio para fugir de roubo em Guarapari

| 08/03/2021 17:12 h | Atualizado em 08/03/2021, 17:28

Em destaque, janela que a vítima pulou
Em destaque, janela que a vítima pulou |  Foto: Divulgação
Um servidor público, de 50 anos, pulou de uma janela do segundo andar de uma casa, no bairro Ipiranga, em Guarapari, para fugir de dois homens que o extorquiam.

Segundo a Polícia Civil, o servidor bateu com a cabeça no chão, e sofreu traumatismo craniano. Ele está internado no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (antigo São Lucas).

Os dois suspeitos, de 41 e 45 anos, foram presos em flagrante.

A Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari começou a investigar o caso do servidor, após a família registrar boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do rapaz, e acreditar que o servidor tivesse sido sequestrado ou ter sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

“Temia-se que esse servidor pudesse ter sido vítima de um latrocínio. As investigações concluídas na madrugada de sábado (6), revelaram que o crime não foi tão grave assim. Esse servidor, depois de ingerir bebida alcoólicas por longas e longas horas na companhia de dois homens, que havia conhecido na noite do dia 03 de março, a vítima foi para a casa de um deles, pagou por todas as despesas realizadas por eles e por outras pessoas com a aquisição de bebidas alcoólicas, carnes, combustível e até drogas”, explica o delegado Guilherme Eugênio, titular da Deic.

Depois de muitas horas bebendo na companhia dos homens, e completamente embriagada, a vítima teve seu cartão de crédito/débito subtraído por um desses criminosos, que de alguma forma havia obtido a senha de acesso.

Com o cartão, o criminoso realizou inúmeras compras em lojas de conveniência, postos de combustível, bares e até mesmo em uma loja de celulares. “Apenas em uma loja de celulares ele gastou quase R$ 3 mil da vítima. O prejuízo total sofrido com essas compras é de aproximadamente R$ 5 mil”, disse o delegado.

Suspeitos compraram celular com cartão da vítima
Suspeitos compraram celular com cartão da vítima |  Foto: Divulgação/ Polícia CIvil

Eugênio contou que a vítima estava completamente fora de si, e durante a tarde de quinta-feira (04), tentou deixar a casa de um dos criminosos detidos saltando de uma altura de aproximadamente cinco metros. Foi nessa queda, que o servidor público se feriu, vindo a sofrer um trauma crânio encefálico.

“Ao perceber a situação na qual a vítima se encontrava, e aproveitando-se do fato de que ela mal a conhecia, um outro criminoso que havia passado a noite toda com ele fugiu do local, levando o seu carro. Graças à pronta intervenção policial, o veículo subtraído foi recuperado, os dois criminosos foram presos, a vítima foi localizada e os celulares e eletroeletrônicos comprados foram apreendidos”, completou o delegado.

Os dois suspeitos foram detidos em flagrante, e vão responder pela prática dos crimes de roubo e apropriação indébita. A dupla foi encaminhada para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari, ficando à disposição da Justiça.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS