Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Quatro assaltos por dia a motoristas de aplicativo na Grande Vitória

| 08/10/2020 14:33 h

Motorista de aplicativo: levantamento mostra que categoria enfrenta diariamente muitos perigos, como assaltos
Motorista de aplicativo: levantamento mostra que categoria enfrenta diariamente muitos perigos, como assaltos |  Foto: Beto Morais/AT
Por dia, na Grande Vitória, quatro motorista de aplicativo sofrem algum tipo de insegurança no trabalho. Assaltos estão no topo da lista, seguido de roubos e furto de veículos. Há também homicídios e tentativa de latrocínio, segundo o presidente Associação de Motoristas de Aplicativos, Luiz Fernando Machado Muller.

“Só nos últimos três dias, registramos um aumento de 10%, três a quatro motoristas por dia. Mensuramos por meio de aplicativos em grupos com os motoristas que compartilham suas corridas em tempo real. Quando há algum crime, passamos às forças de seguranças”.

Ainda segundo Luiz, na quinta-feira passada (1) houve uma reunião com o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) e com a Secretaria de Segurança Pública para pedir mais blitz e vistorias nos veículos para minimizar os crimes.

Ocorrência

Na terça-feira (6), um motorista de aplicativo, 22, levou um tiro no braço depois de ser sequestrado por três suspeitos. Com medo, ele chegou a gravar as ameaças que recebeu. Enquanto estavam dirigindo o veículo da vítima, os bandidos ainda bateram em uma viatura, machucando uma policial.

A corrida começou na Praia do Canto, em Vitória, com destino a Vila Velha. Dois suspeitos entraram no carro, um Chevrolet Ônix. Próximo à Terceira Ponte, anunciaram o assalto e foram para a Praia do Suá. Lá, obrigaram a vítima a ir para o banco de trás e buscaram um terceiro comparsa.

A conversa e ação dos criminosos foram registradas em áudio. É que, desconfiado dos passageiros, o motorista começou a gravar a corrida, e enviar para outros colegas de profissão, que acionaram a polícia.

Chegando no bairro Bonfim, um cerco policial foi montado. Para fugir dele, os bandidos jogaram o veículo em cima da viatura, machucando uma policial.

O trio conseguiu desembarcar e fugir por uma escadaria, mas antes, dispararam contra o motorista de aplicativo, que foi atingido no braço direito. Ele foi socorrido e levado para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE) e, segundo familiares, passa bem.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS