Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Quadrilha que cometia assaltos com carro oficial de prefeitura é presa

| 19/08/2021 19:20 h

Uma quadrilha que roubou um carro oficial da prefeitura de Vila Velha para cometer assaltos no Sul do Estado foi presa.

Quadrilha que cometia assaltos com carro oficial de prefeitura é presa
Quadrilha que cometia assaltos com carro oficial de prefeitura é presa |  Foto: Divulgação
Os criminosos usavam uma submetralhadora para cometer os assaltos em Vila Velha, Anchieta e Guarapari, agiam de forma violenta e rápida, e eram temidos até mesmo pela polícia, pois se encontrassem alguém armado durante os crimes, “alguém ia morrer - um de nós ou todo mundo”. 

É o que explica o delegado responsável pelas investigações, Guilherme Eugênio, titular Delegacia Especializada de Investigação Criminal (Deic) de Guarapari.

“Uma quadrilha violenta e perspicaz. Em todas as ações eles revistaram as vítimas buscando por arma de fogo, e agiam muito rápido tentado surpreender qualquer um que eventualmente estivesse presente em um dos locais roubados na posse de uma arma de fogo. Durante o interrogatório de um deles, que confessou a autoria dos roubos os quais participou, perguntei o que aconteceria se houvesse um policial ou alguém armado, e ele respondeu, alguém ia morrer, um de nós ou todo mundo”, conta o delegado. 

Os cinco criminosos vinham praticando roubos entre o sul de Vila Velha e o norte de Anchieta, passando por Guarapari. Homens entre 20 e 30 anos, todos com histórico criminal repleto de prisões anteriores por tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de armas. 

Em todos os crimes, o delegado ressalta que foram usados um revólver e uma submetralhadora, sendo a arma automática de maior preocupação. 

“A submetralhadora, sendo uma arma automática, dispara em rajada, e não há o controle total do cano de uma submetralhadora. Uma vez acionada o gatilho, a submetralhadora passa a disparar de uma forma tão intensa, que faz com que o autor dos disparos não saiba ao certo para onde vão os disparos. Ele só tem controle sob o primeiro tiro dado, os demais vão para onde ele não imagina. Então se houvesse a reação de alguma vítima e fosse disparada a submetralhadora contra uma única pessoa, mais de uma pessoa poderia ir a óbito”, explica a autoridade policial. 

Assaltos começaram em maio

Em três dias, a quadrilha praticou três crimes. Primeiro em Vila Velha, no dia 18 de maio, quando o carro da prefeitura foi roubado. Com o carro roubado, eles seguiram para Anchieta onde roubaram um mercado e os clientes do estabelecimento, no dia 19. E no dia 20 o alvo foi uma distribuidora de bebidas em Guarapari. 

Os crimes começaram a ser desvendados quando a polícia identificou o homem que comprou o carro roubado da prefeitura de Vila Velha. “No dia 21 a polícia militar localizou o veículo e conseguiu capturar um dos ocupantes. Em seguida a polícia civil conseguiu chegar ao receptador do carro e a partir do comprador do carro chegamos aos ladrões. Recuperamos alguns celulares roubados em poder da família do ladrão e com a identificação dele pedimos a prisão”, lembra Eugênio. 

A Polícia Militar prendeu o rapaz em flagrante durante um roubo em Vila Velha. Foi no dia 17 de junho, o criminoso invadiu a casa de um morador da Barra do Jucu, a vítima foi amarrada, teve vários pertences e o carro roubados. 

Após a prisão do criminoso que voltou sozinho em Vila Velha para o assalto, a polícia conseguiu identificar todos os envolvidos. Cinco criminosos compõem a quadrilha. Três já estão presos, e dois foragidos. O veículo da prefeitura e o outro veículo do morador de Barra do Jucu foram recuperados, além da apreensão das armas usadas nos crimes.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS