X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Presos acusados de matar casal e adolescente por causa de roubo de submetralhadora

| 23/10/2020 12:47 h

A polícia conseguiu prender dois suspeitos de envolvimento com tráfico, ambos de 21 anos, acusados da morte de um casal, em Nova Palestina, Vitória, em julho deste ano, e de um adolescente, três dias depois. O motivo para os crimes foi o roubo de uma submetralhadora e dinheiro do tráfico do bairro de Resistência, também na Capital.

O casal, que foi morto em cima de uma laje, estava junto há pouco tempo. Segundo a polícia, em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (23), a mulher era de Jardim Carapina, na Serra, e tinha um primo ligado ao tráfico de lá. Esse adolescente teve um problema com os criminosos e resolveu se aliar ao namorado da jovem, que tinha envolvimento com bandidos de Resistência.

"Ele se aproximou dessa prima, que estava com o cidadão do tráfico. Em um dado momento, o adolescente subtraiu uma submetralhadora de calibre 12 e dinheiro do tráfico de Resistência", explicou a delegada Raffaella Aguiar, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM).

O crime aconteceu por volta das 19h30 desta segunda-feira (20).
O crime aconteceu por volta das 19h30 desta segunda-feira (20). |  Foto: Vitor Zucolotti/TV Tribuna

Depois desse roubo, o grupo de Resistência foi atrás do trio e, como não conseguiram achar a arma, decidiram executar o casal, em 20 de julho. Eles foram levados da Serra até Nova Palestina, na tentativa de dificultar as investigações.

Ainda de acordo com a polícia, após as mortes, os criminosos continuaram ameaçando o adolescente. "Nós orientamos a família que ele estava correndo risco de morte, mas ele não deu ouvidos", ressaltou a delegada. Três dias depois ele foi assassinado, na altura de André Carloni, na Serra.

Na última quinta-feira (22), a delegada montou uma operação para prender os suspeitos das mortes. Eles foram pegos em Resistência. Na casa dos dois foram encontradas armas falsas, cocaína, ecstasy, maconha e dinheiro.

Apesar de negarem a participação nas mortes, a dupla confessou que tem envolvimento no tráfico local. Eles foram encaminhados ao Centro de Triagem de Viana (CTV) e irão responder pelos homicídios. As idades e nomes das vítimas não foram informadas pela polícia.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS