X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Preso último acusado de matar vigilante do ES em Cabo Frio

Além de Éder Henrique de Moura, foi assassinado o também vigilante Luiz Paulo dos Santos França

Redação Tribuna Online, com informações de G1 | 19/07/2022 10:02 h

Foi preso o último acusado de participação no assassinato de dois vigilantes, sendo um deles capixabas, na cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Segundo o portal g1, o acusado foi identificado como Pablo da Silva Geremias. 

De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, a prisão foi efetuada pela equipe da126ª DP (Cabo Frio) na segunda-feira (18), no bairro Monte Alegre. O detido foi condenado pela Justiça a 54 anos e 10 meses de prisão por latrocínio.

O capixaba Éder Henrique de Moura, de 32 anos, e o baiano Luiz Paulo dos Santos França, 30, foram mortos em 2019, na comunidade conhecida como Favela do Lixão, naquela cidade da Região dos Lagos.

De acordo com a polícia, as vítimas eram vigilantes e estavam a serviço quando foram abordadas por traficantes armados, mantidas em cárcere no interior da comunidade, torturadas e obrigadas a cavar as próprias covas.

Um colega de Éder e Luiz Paulo também havia sido sequestrado, mas conseguiu se desvencilhar da quadrilha e escapar do cativeiro. Ele se escondeu na mata até ser resgatado.

O preso desta segunda-feira era o último dos quatro condenados a estar em liberdade. Além do crime de latrocínio, também foram cumpridos mandados de prisão pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, informou a polícia.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS