Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Preso funcionário de operadora que trocava chips para roubar dados de clientes

| 06/10/2020 12:34 h

O funcionário de uma operadora de telefonia foi preso, na segunda-feira (5), acusado de participar de um esquema criminoso de roubo de dados de clientes. Usando o acesso que tinha ao sistema, ele trocava a titularidade de chips para facilitar a ação dos bandidos, que passavam a ter o acesso a redes sociais e aplicativos de contas bancárias das vítimas.

O suspeito tem 30 anos e foi preso em flagrante durante o serviço, em um shopping de Vitória, na Enseada do Suá. Ele confessou que recebia de 20 a 50 reais por casa transferência que fazia, e que chegou a fazer, em três meses, de 30 a 40 vítimas.

“Ele era funcionário mas utilizava senhas de outros funcionários, que não trabalhavam com ele, para acessar o sistema e fazer essa troca de titularidade”, explicou o delegado Brenno Andrade, Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC).

Imagem ilustrativa da imagem Preso funcionário de operadora que trocava chips para roubar dados de clientes

Quando trocava a titularidade das linhas, colocando em outros chips, o suspeito possibilitava que os criminosos recuperassem as senhas de acesso de redes sociais e contas das vítimas, realizando transferências de forma indevida.

“Estamos investigando essa suposta quadrilha para quem ele trabalhava. As vítimas eram do Brasil todo: pegamos casos em São Paulo e no Rio Grande do Norte, por exemplo”, ressaltou o delegado.

A polícia chegou no golpista depois que a própria operadora identificou o acesso indevido dele no sistema. O jovem foi monitorado e, assim que fez o acesso, foi pego em flagrante. Ele vai responder por violação de segredo funcional e falsidade ideológica, e já foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV).

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS